01 out 2014

O Senhor é nosso refúgio e nossa proteção

Seguir Jesus significa, muitas vezes, estar privados de tudo e não ter segurança. Mas uma certeza nós podemos ter: o Senhor é nosso refúgio e proteção.

Quem põe a mão no arado e olha para trás não está apto para o Reino de Deus” (Lucas 9, 62).

Nós nos aproximamos do Senhor porque queremos que Ele seja o nosso refúgio, segurança e proteção. Na verdade, o Senhor é nosso refúgio, segurança e proteção, mas nós, muitas vezes, queremos materializar a proteção de Deus, e aí está a dificuldade que muitos têm de segui-Lo. Porque nós não encontraremos, deixando tudo para seguir o Senhor, a segurança humana de que nós necessitamos. Porque o Filho do Homem não tem nem onde reclinar a Sua própria cabeça, até as aves do céu estão mais bem servidas; as raposas têm tocas para si, mas o Filho do Homem não!

Nós, muitas vezes, queremos o conforto mas nem sempre o temos conosco; porque enfrentaremos o frio, o calor, as arestas da vida, os tempos melhores de saúde e outros de doença – “Nossa, mas eu sou discípulo de Jesus! Tenho que passar por essas contrariedades da vida?”. Passa sim e, muitas vezes, passa muito mais do que outros.

Outras vezes, nós queremos a segurança do afeto – “Eu vou seguir Jesus, mas deixe-me primeiro enterrar os meus familiares ou, então, permita despedir-me dos meus”. Se vamos esperar os enterrar e nos despedir dos nossos para depois seguir o Mestre, a vida vai passar e a despedida nunca há de terminar. Então, quem tem disposição para seguir Jesus precisa realmente segui-Lo, confiando somente na Sua graça.

Não espere a segurança material de que você precisa, o conforto que a vida pode lhe dar, ou estar sempre cercado dos afetos de que você necessita para fazer isso. Seguir Jesus significa, muitas vezes, estarmos privados de tudo isso, não termos a segurança, não termos o conforto que esperamos nem o afeto de que precisamos. Mas, uma certeza nós podemos ter: é o Senhor que cuida de nós!

Nós nos fazemos livres, nos desapegamos, nos despojamos interiormente de todas as seguranças que o mundo pode nos dar para termos a certeza da eternidade, a segurança da proteção divina; temos o afeto do amor de Deus, que conduz os nossos passos.

Não vou viver como louco, não vou viver como uma pessoa sem juízo neste mundo. Pelo contrário, vou cuidar da minha vida, procurar dar o melhor para os meus, mas saberei viver tendo e não tendo o que necessito. Saberei me alegrar na hora em que posso ter os meus parentes comigo, mas saberei que nessas e em outras ocasiões ou por um tempo da minha vida, poderei perder este ou aquele. Ao mesmo tempo, eu tenho a certeza de que, em Deus, eu nada perco, ainda que humanamente eu passe pelos desconfortos da vida. Em Deus eu tudo ganho, porque o céu é o nosso tudo!

Que possamos, hoje, ao refletir sobre a Palavra de Deus, pedir a Ele que nos dê um coração livre, um coração despojado, um coração que faça do Senhor um refúgio seguro para a nossa alma e para o nosso coração!

Deus abençoe você!

Comentários

comentário(s)

↑ topo