21 nov 2014

Permita que Deus cuide de seus filhos

Faça como os pais de Maria, que apresentaram-na no Templo para que fosse de Deus. Apresente seus filhos para o Senhor, para que o mundo não os roube nem desvie aquilo que é o seu tesouro mais precioso.

“Pois todo aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe” (Mateus 12,50).

Hoje, celebramos a Festa da Apresentação de Nossa Senhora ao Templo. Os pais de Maria, Ana e Joaquim, segundo a tradição judaica, foram ao local apresentá-la a Deus. Com gesto de obediência e confiança, entregaram-na para que realmente fosse toda do Senhor.

No gesto dos pais de Maria, quero voltar a minha reflexão para o coração de cada pai e de cada mãe, pois estes precisam entregar, consagrar, confiar e apresentar a Deus os seus filhos; e nós fazemos isso pelo batismo. Quando levamos nossas crianças para serem batizadas, este é um gesto por excelência, é o sacramento primordial da nossa vida. O batismo nos torna filhos e filhas de Deus, mas o fato é que, muitas vezes, ele se reveste de um significado social maior do que a dimensão religiosa, espiritual e teológica que ele representa.

Deveríamos nos preparar melhor para batizar os nossos filhos. Como deveríamos tirar esse rito totalmente social que transforma, muitas vezes, o batismo de nossas crianças! Como deveríamos ter mais consciência na escolha daqueles que serão os padrinhos delas! Não é porque você gosta muito de fulano e de sicrano que ele será seu compadre, sua comadre. Você precisa trazer alguém que vai dar um sentido religioso à entrega do seu filho e de sua filha para Deus.

Para que o batismo seja cada vez mais eficaz em nossa vida, é preciso que haja comprometimento dos pais, haja compromisso deles na educação de seus filhos segundo a vontade de Deus. Por isso, a apresentação dos filhos a Deus não pode acontecer somente no dia do batismo, mas todos os dias!

Se há uma coisa que gosto de fazer com muito amor é orar pelas mães que estão grávidas. Como gostaria de poder abençoar cada grávida que temos no meio de nós! Mais do que isso, eu gostaria que os pais pudessem, a cada dia, colocar as mãos sobre o ventre de suas esposas e orar por essa criança, pedindo para Deus abençoar a vida dela. E quando essa criança nascesse, que os pais não passassem um dia sequer sem orar por ela.

Como seria bom se você pai, mesmo chegando do trabalho, mesmo cansado, fizesse desse ato um gesto sagrado: orar pelo dom que Deus lhe deu, entregar, apresentar, a cada dia, o seu filho e a sua filha para o Senhor.

Se o seu filho já cresceu, se ele já está um rapaz ou uma moça, não importa! Comece hoje! Faça como os pais de Maria que apresentaram-na no Templo para que ela fosse de Deus.

Apresente seus filhos para o Senhor, para que o mundo não os roube nem desvie aquilo que é o seu tesouro mais precioso. Permita que Deus cuide dos seus filhos!

Deus abençoe você!

Comentários

comentário(s)

↑ topo