28 set 2016

Precisamos praticar o desprendimento

Se quisermos empreender algo para Deus, precisamos nos desprender daquilo que nos impede de sermos d’Ele

As raposas têm tocas e os pássaros têm ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça” (Lucas 9, 58).

O Evangelho que escutamos, no dia de hoje, coloca algumas condições fundamentais e importantes para aqueles que querem seguir Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Às vezes, podemos até admirar os ensinamentos de Jesus, a Sua Palavra, mas não temos disposição no coração para segui-Lo, porque, para isso, precisamos ter disposições na alma!

A primeira disposição para seguirmos o Senhor é sermos pessoas livres, desapegadas e despojadas. O ‘desapego’ refere-se às realidades das coisas materiais que vivemos nesta vida.

Jesus não tinha onde reclinar Sua cabeça, e as raposas tinham a sua toca, cada pássaro tinha o seu ninho, mas Jesus não. Onde Ele chegava, ali era o Seu lugar, a Sua casa, a Sua moradia.

Talvez, você pense: “Eu preciso ter a minha casa para morar!”. Você precisa ter uma casa para morar, precisa ter o seu ambiente para viver. São coisas necessárias e essenciais para a vida de cada um de nós, mas, muitas vezes, prendemo-nos tanto aos lugares, pessoas, cargos que ocupamos e situações em que estamos, por isso não progredimos na vida, estamos sempre estagnados, porque nos prendemos a alguma coisa ou alguma coisa está nos prendendo àquela situação. Mesmo que você nunca saia do lugar que vive, progrida, invista para que a sua vida seja melhor.

Todo empreendimento exige desprendimento. Se quisermos empreender algo para Deus, precisamos nos desprender daquilo que nos prende de sermos d’Ele. Se empreendermos algo para a nossa casa, para nossa família, não nos esqueçamos de algo essencial: o desprendimento.

Há pessoas que sempre comentam: “Meu dinheiro nunca dá! Eu sempre quis ter alguma coisa na vida! Eu sempre quis investir em alguma coisa melhor!”. Se você não se desprende, não abre mão de certas coisas para poder economizar, para deixar de gastar nisso e em outra coisa que é mais importante na sua vida, você vai andar sempre para trás e não vai progredir naquilo que precisa fazer.

O progresso da humanidade está na capacidade da humanidade se desprender até de seus próprios conhecimentos, para avançar em conhecimentos mais profundos. O nosso progresso, na graça de Deus, está no desprendimento que fazemos de conhecimentos essenciais e elementares que temos para progredirmos no conhecimento da vontade de Deus em nossa vida.

Desprenda-se das coisas que você têm. Para que ficar acumulando um monte de coisas que depois nem você saberá o que fazer com tanta coisa? Só não damos passos maiores na vida, porque nossos passos ficam presos atrás, amarrados em coisas pequenas, em picuinhas, apegos, situações, pessoas ou oposições que passamos nessa vida.

Se quisermos, Deus nos ajudará a avançar! Ele nos faz progredir, ir para a frente, quando somos capazes de nos depreender.

Deus abençoe você!

Comentários