12 set 2013

Você tem vontade de se vingar?

A vontade de se vingar daquele que nos fez mal e outros sentimentos como esse não são de Deus, pois eles corroem nossa alma, nosso espírito e nosso físico.

Disse Jesus: “Amai os vossos inimigos e fazei o bem aos que vos odeiam, bendizei os que vos amaldiçoam, e rezai por aqueles que vos caluniam” (cf. Lc 6,27-28).

O Mestre Jesus está nos ensinando a ter um coração bom e misericordioso, mas talvez você diga: “Eu não consigo ser tão bom, não consigo ter sangue de barata, não consigo ser tão manso dessa forma!”. Nós nos colocamos na escola de Jesus, desejamos ter um coração como o d’Ele, e uma vez que Ele assumiu ser um de nós, Ele quer nos ensinar o que temos de fazer para ter uma vida plena.

Se não aprendermos a amar o nosso inimigo, a fazer o bem a quem nos odeia e orar por quem nos persegue, outros sentimentos vão tomar conta do nosso coração como a raiva, o ressentimento, o ódio e o pior de todos eles: a vingança.

A vontade de se vingar daquele que nos fez mal e outros sentimentos como esse não são de Deus, pois eles corroem nossa alma, nosso espírito e nosso físico. Quantas pessoas padecem no corpo, na alma, padecem no seu psíquico, porque estão martelando, alimentando, sendo corroídas por este sentimento maldoso de se vingar, de alimentar, nem que seja na mente, a vingança espiritual: “Tomara que ele caia, tomara que se dê mal, tomara que ele pague por aquilo que fez”; e isso, às vezes, cresce em nós, vai virando rugas em nossa vida e se transformando em um câncer dentro de nós.

Como Deus nos quer bem, como Ele nos ama! O Senhor não quer ver-nos prostrados, doentes, enfermos. Ele nos dá o antídoto, nos dá o remédio. Assim como alguém que é picado por uma cobra precisa do veneno dela para ser curado para não morrer; nós também precisamos desse antídoto.

Não é a vingança, não é a ira, nem é pagando com a mesma moeda que obteremos a justiça que nós buscamos.

Que nós aprendamos em Jesus que o perdão nos cura, restaura-nos e nos dá a condição de sermos mais plenos naquilo que queremos viver. Vida plena para todos nós.

Que nós possamos aprender com o Mestre a amar, orar e querer bem a quem nos quer o mal.

Deus abençoe você!

:: Ouça esta reflexão no Canal Pod Homilia

Comentários