27 set 2017

Usemos o poder e a autoridade que Jesus nos deu

Usemos, sobre a nossa própria vida, a autoridade divina que o próprio batismo nos conferiu

“Jesus convocou os Doze, deu-lhes poder e autoridade sobre todos os demônios e para curar doenças, e enviou-os a proclamar o Reino de Deus e a curar os enfermos” (Lucas 9,1-2).

Jesus confere aos Seus Doze poder e autoridade. O Mestre nos confere poder e autoridade sobre os espíritos malignos, para nos dizer que nenhuma força que vem do mal pode nem deve ser maior do que aquilo que é o Reino de Deus.

Onde o mal está vencendo, onde está progredindo e onde ele está tendo a palavra final, é porque o Reino não está acontecendo; pois, onde ele acontece, aqueles que são discípulos e apóstolos têm poder e autoridade para expulsar o que é maligno.

Meus irmãos, usemos, sobre a nossa própria vida, a autoridade divina que o próprio batismo nos conferiu. Não podemos deixar que o maligno e suas ações tenham poder sobre nossa vida. Elas não podem ser mais fortes do que nós, mais fortes do que a graça de Deus que habita e vive em nós. E se, muitas vezes, as forças do mal estão reinando em nós, é porque estamos dando mais brechas e autoridade a ele do que à graça do Reino de Deus que habita em nós.

Não deixemos que nossas relações sejam contaminadas nem dominadas pelas forças do mal. Não permitamos, de forma nenhuma, que, naquilo que fazemos e pensamos, sejamos dominados por sentimentos que são infernais. Inveja, fofoca, ciúme, intriga, maledicências, tormentos, ressentimentos e mágoas não podem dominar nossa vida. São sentimentos humanos com os quais precisamos lidar. Precisamos nos curar das influências que essas forças exercem em nós. Elas não podem mandar nem ter a última palavra em nossa vida, porque o poder e a autoridade que Deus nos deu não é para lutarmos uns contra os outros, para nos combatermos, gladiarmos nem brigarmos, mas para lutarmos contra as forças do mal, para combatermos o mal em nossa vida, e não uns aos outros.

Se estamos, muitas vezes, doentes, enfermos e enfraquecidos, é por causa de tanta contaminação espiritual; é por, tantas vezes, cedermos às forças do mal, as quais nos enfraquecem no combate pelo bem.

Usemos do poder e da autoridade de Deus para que Ele esteja no meio de nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

51%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários