14 jul 2014

Só Deus tem o poder de transformar o nosso coração

A Palavra de Deus tem o poder de transformar o nosso coração, e a transformação acontece pelo corte, quando nós somos capazes de, no poder de Deus, combater aquilo que não é d’Ele.

“Não penseis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer a paz, mas sim a espada” (Mateus 10, 34).

 

Quando ouvimos o Evangelho de hoje causa-nos até uma certa estranheza em nosso coração porque as palavras de Jesus parecem muito duras e até humanamente difíceis de ser compreendidas por virem da boca do Mestre. Ele vem nos dizer que não veio trazer a paz, mas a espada; que Ele não veio trazer, em certo sentido, a união, mas a divisão dentro de uma casa ou dentro de uma família; e do outro lado, parece que Ele despreza o amor humano e dá a primazia somente ao amor divino.

Deixe-me fazer você entender e compreender aquilo que Deus fala ao nosso coração. Primeiro: não se chega à paz se não cortamos dentro de nós aquilo que não constrói a paz. Por isso quem é do Reino de Deus não fica simplesmente acomodado dizendo que está tudo bom e conformado com tudo. Não, primeiro você deve pegar a espada do Espírito e cortar dentro de você aquilo que não é de Deus. Você não deve se conformar com o pecado que há em você; você não deve se conformar com os comportamentos indignos, com as palavras horríveis que, muitas vezes, saem de nossa boca e com os sentimentos do nosso coração que dizem: “Não, é assim mesmo! Eu sou assim mesmo, pronto e acabou!”

Não, meu querido, a Palavra de Deus tem o poder de transformar o nosso coração. E a transformação começa pelo corte, quando nós somos capazes de, no poder de Deus, combater e cortar aquilo que não é d’Ele.

Não fique vivendo na falsa paz do conformismo e do “está tudo bom”. Faça uma violência dentro de você mesmo, faça uma violência dentro da sua casa – e a violência aqui não quer dizer briga, não quer dizer desunião nem combate de um contra o outro, mas sim a espada do Espírito, que vai cortando em nossa casa, em nossa carne e ao redor de nós tudo aquilo que não é de Deus.

Pode ser que na sua casa haja aqueles que não aceitem a Palavra de Deus e vivam uma vida até descomprometida com ela [Palavra de Deus]. Não é para viver na paz e no amor que você vai fazer as coisas erradas que os seus estão fazendo. Não, pelo amor que você tem à Palavra de Deus, você deve buscar a coerência de vida. Não é preciso fazer guerra, não é preciso acusar ninguém, mas é preciso manter a coerência da opção e da escolha [pelo Reino de Deus].

Há músicas que não convêm a cristãos; há conversas, palavras, filmes, programas e lugares que não nos convêm. Daí, muitas vezes, a espada de Deus nos divide.

“Ah, mas eu amo demais os meus!”. Quem ama qualquer um mais do que a Jesus não é digno d’Ele! “E o que vou fazer? Vou desprezar a quem amo?” Não, o amor humano é fraco demais, inconsistente demais. Se você quer amar alguém com o amor verdadeiro, ame-o com o amor do Coração de Deus! Ame primeiro a Deus e, desse modo, você terá sempre forças para amar até o que é difícil e, muitas vezes, insuportável.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários