27 Aug 2017

Só conhecemos Jesus quando nos relacionamos com Ele

Para saber quem é Jesus precisamos nos relacionar e ter comunhão com Ele

“Simão Pedro respondeu: ‘Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo’” (Mateus 16,16).

Jesus está se dirigindo a Seus discípulos e perguntando: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” (Mateus 16,13). Em outras palavras, é como se dissesse: “O que dizem os homens sobre mim?”. A partir disso, vem as mais variadas respostas: alguns dizem que o Senhor é João Batista; outros afirmam que é Elias, Jeremias ou alguns dos profetas que voltou, que está no meio de nós ou que Ele tem o espírito desses grandes profetas.

Jesus não é uma coisa nem outra, não é um grande profeta, não é Elias que voltou nem é João Batista, que continua vivo no meio dos discípulos. Primeiro, porque cada um é único. Podemos até ter o espírito de Elias, pregar como ele, ser o profeta que ele foi, ou ter a audácia de João Batista. Cada um é único, mas, referindo-se a Jesus Cristo, é importante que saibamos responder, com verdade e autenticidade, quem é Jesus. E nós só saberemos responder essa pergunta a partir da relação que temos com Ele.

Quando não temos uma relação com alguém, quando não o conhecemos na intimidade, na verdade e na sinceridade, temos sempre visões menores ou distorcidas a respeito daquela pessoa.

É tão ruim e tão triste um casal estar junto, mas, depois de muitos anos, um responder para o outro: “Eu não te conheço. Eu não sei, na verdade, quem é você”. Precisamos nos conhecer uns aos outros, dar-nos a conhecer, revelar quem somos. Não é chegar e dizer: “Eu sou fulano”. É uma apresentação que nos introduz na vida de alguém. Agora, quando nós temos proximidade e relação de verdade com alguém, nós o conhecemos.

Para saber quem é Jesus, precisamos nos relacionar e ter comunhão com Ele, aproximarmo-nos e entrar na vida d’Ele, nos Seus ensinamentos, no Seu Evangelho, na Sua intimidade. Precisamos ter comunhão com Jesus, senão, nós O conheceremos de forma errada, enganosa e não autêntica, e Ele deseja se revelar a nós.

Quando Pedro confessa a identidade de Jesus: “Tu és o Cristo. Tu és o filho do Deus vivo”, ele está professando e reconhecendo aquilo que a graça de Deus Pai Lhe revelou, ou seja, quem era Jesus.

Só quem tem comunhão e vive uma vida de relação com Deus pode ser reconhecido autenticamente para si mesmo, pode conhecer quem é o outro e quem é Deus. Não deixemos a vida passar sem conhecermos o Senhor, Sua essência e verdade, Seu amor e Sua graça, que se revelam e se manifestam a nós.

Deus não se esconde, Ele se deixa encontrar. Precisamos buscar, na grandeza do Senhor, a revelação do Seu amor, que se manifesta a nós na pessoa de Jesus. Permitamos que o nosso coração encontre Jesus, e que sejamos encontrados por Ele, para que a vida responda quem Ele é para nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Novembro

79%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.