26 fev 2014

Que saibamos respeitar e viver as diferenças guiados pelo Espírito

O discípulo de Jesus Cristo não tem a missão de julgar, condenar e de mandar ninguém para o inferno; o discípulo de Jesus Cristo ama e respeita!

”Jesus disse: ‘Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar mal de mim. Quem não é contra nós é a nosso favor”’ (Mc 9, 39-40).

 

A Palavra de Deus, hoje, nos chama a refletirmos sobre o cuidado e o respeito que precisamos ter com aqueles que pensam ou agem diferente de nós. Aqueles que, muitas vezes, não estão nos mesmos grupos que nós estamos, que não oram do jeito que nós oramos e que não falam de Deus como nós falamos.

Os filhos de Deus não são iguais: os grupos e a diversidade são características próprias da sociedade em que vivemos, como também é uma característica da Igreja de Jesus Cristo e dos discípulos de Jesus. Se nem os apóstolos eram iguais, do mesmo modo havia pessoas que não estavam diretamente naquele grupo, mas começavam a pregar porque conheciam o que Jesus fazia e começaram a falar em nome d’Ele, a expulsar demônios em Seu nome, e fazer a obra que Ele fazia.

Sabem, meus irmãos, existe na Igreja do Senhor tantos grupos diferentes, diversificados, com espiritualidades tão diferentes da nossa, uns mais carismáticos, outros mais voltados a obras de caridade, outros vivendo uma caridade mais mística e mais profunda; outros voltados à contemplação, à reflexão bíblica.  São todos da escola do Senhor, são todos discípulos do Senhor! Existem irmãos que são de Igrejas diferentes, Igrejas separadas, têm um modo histórico de viver essa fé; mesmo na Igreja Católica, mesmo a divisão que há entre nós e os nossos irmãos do Oriente ou os ortodoxos e entre muitas Igrejas Protestantes sérias que pregam o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

O discípulo de Jesus Cristo não tem a missão de julgar, condenar e de mandar ninguém para o inferno; o discípulo de Jesus Cristo ama e respeita! E o julgamento pertence a Deus, pois se conhecem as árvores pelos frutos que elas estão dando. Às vezes, perguntamos: ”Mas Deus age em outras Igrejas?” Deus age onde Ele quer agir, o Espírito Santo não é propriedade de Igreja nenhuma, o Espírito Santo não é propriedade nossa nem de ninguém! O Espírito sobra onde quer e ninguém sabe aonde Ele vai parar!

Deixe-me dizer: é óbvio que a verdade da fé, a fé em plenitude, a fé no seu sentido mais pleno e total, Nosso Senhor Jesus Cristo depositou na Sua única Igreja Católica e Apostólica, mas as centelhas da fé, as migalhas da fé e outros modos de viver essa mesma fé podem ser vividas por tantas outras pessoas, por isso é preciso não julgar nem condenar ninguém, somente amar!

É óbvio que não me faço cego aos erros, aos pontos de vista doutrinários que, muitas vezes, ignoram pontos importantes da Palavra de Deus. Mas o mais importante é que não deixemos de amar, que nos respeitemos, que saibamos viver as diferenças no espírito da caridade d’Aquele que é o único Mestre de todos: Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Setembro

47%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários