22 ago 2014

Que Nossa Senhora nos conduza à vivência do Evangelho 

Que Nossa Senhora nos conduza à vivência do Evangelho para que não nos afastemos dos verdadeiros valores evangélicos.

Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!” (Lucas 1, 28).

 

A liturgia, hoje, nos convida a celebrarmos Nossa Senhora Rainha, a coroação de Nossa Senhora como rainha do céu e da terra. A festa litúrgica da coroação de Nossa Senhora é, na verdade, um reconhecimento a ela pelos méritos, pela vida bem-aventurada, pela fidelidade ao Evangelho e por uma vida toda voltada à causa do Reino de Deus. O que nós celebramos hoje na vida de Maria é o reconhecimento daquela que se fez pequena, humilde serva do Senhor e obediente à Palavra de Deus. E por isso cantamos o Magnificat: “O Todo-poderoso fez nela grandes coisas”.

A coroação de Maria é a coroação de todos os justos que, no dia em que se encontrarem diante da presença de Deus, Ele há de reconhecer os seus méritos, há de reconhecer aquilo que, frequentemente, o mundo não reconhece, não valoriza, não premia. E, muitas vezes, o mundo até escarnece, zomba e despreza aqueles que querem viver uma vida autêntica e verdadeira no seguimento de Jesus Cristo e na fidelidade ao Evangelho.

O mundo não valoriza os valores cristãos! O mundo, frequentemente, valoriza os desonestos, aplaude a quem pisou e passou por cima dos outros. E nós estamos nos deixando levar pela cabeça e pela mentalidade deste mundo! Pela mentalidade consumista, materialista e hedonista que nos afasta dos verdadeiros valores evangélicos.

Nós hoje olhamos para a Virgem Maria, coroada a rainha do céu e da terra e, queremos reconhecer nela os valores e as virtudes divinas. Assim como Deus olhou para Maria, Ele olha também para cada um de nós quando buscamos viver na intimidade do nosso coração os valores e as verdades do Evangelho.

Pode ser que as pessoas não acreditem, não deem valor e reconhecimento a isso, mas o mais importante: quem nos conhece é Deus e, no dia do justo juízo, é Ele quem há de reconhecer os méritos que tivemos nesta vida, os valores que cultivamos e as virtudes que nós praticamos no nosso dia a dia.

Por isso, acima de tudo, nós queremos pedir a Maria, aquela que é a rainha de nossos corações, que nos ensine e nos ajude para que ela, como boa Mãe, nos conduza à vivência do Evangelho de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Nós hoje queremos exaltar Maria, coroar aquela que é nossa rainha – não é uma rainha no sentido como o mundo vê uma rainha ou um rei  – ela é a rainha das virtudes, é a rainha da humildade, é a rainha no coração de Deus, é a rainha daqueles que se fazem servos e servas do Senhor.

Deus abençoe você!

Comentários