27 set 2014

Que Deus dê a sabedoria necessária aos jovens

Hoje, a Palavra de Deus está nos convidando a viver a nossa juventude com sabedoria e não sermos levados pela vaidade que, muitas vezes, ilude o nosso coração.

Tira a tristeza do teu coração, e afasta a malícia do teu corpo, pois a adolescência e a juventude são vaidade” (Eclesiastes 11,10).

A Palavra de Deus hoje, no Livro do Eclesiastes, é dirigida diretamente aos nossos jovens e adolescentes. É dirigido diretamente ao nosso coração, porque não importa a nossa idade, a juventude e a adolescência deixam marcas para sempre em nossa vida, em nosso coração. Estes são os tempos determinantes para aquilo que queremos e seremos na vida!

Esse [juventude] é o tempo no qual tudo se aflora, no qual vêm à tona as mais diversas inclinações: a vontade e a disposição de mudar o mundo, de conquistar sonhos, alcançar objetivos, é o tempo em que o desejo de sermos independentes está dentro de nós. Mas é também o tempo em que se despertam as paixões, os sentimentos, os afetos e os desejos pelas outras coisas da vida.

A Palavra de Deus nos diz que devemos buscar as inclinações do coração, apenas que tenhamos cuidado, porque teremos que dar conta daquilo que fazemos com estas inclinações que estão dentro de nós. Aqui não se trata somente de que, um dia, teremos de prestar contas com Deus, mas temos que prestar contas em primeiro lugar a nós mesmos, para a sociedade, para o mundo em que vivemos, daquilo que fazemos de nossas inclinações. Porque, na nossa juventude, parece que temos uma energia sem igual, e por isso, muitas vezes, nos sentimos o máximo, sentimos que somos eternos, que a juventude tudo pode.

Às vezes, o mau uso que fazemos do nosso tempo de jovens, de adolescentes, deixa marcas para sempre em nossa própria vida! Se começamos a viver uma paixão repentina e se torna uma paixão violenta e não conseguimos nos libertar dela, ela vai deixar marcas dentro do nosso coração as quais vamos rememorá-la por muito tempo em nossa vida. Por isso que atenção precisamos dar para esse nosso tempo!

Digamos ao nosso coração, primeiro: nada de tristeza! Jovem, tire toda a tristeza do seu coração, porque a tristeza não vem de Deus! A tristeza é do mal, é maligna. E se nos entregamos à tristeza, ela corrói o nosso coração e a nossa alma.

A segunda coisa: afaste a malícia do seu corpo! Como nossos jovens e como a nossa juventude é tentada a seguir às inclinações das malícias do nosso tempo! No modo de vestir, de se comportar, de falar.

A Palavra de Deus está, hoje, nos convidando a viver a nossa juventude com sabedoria e não sermos levados pela vaidade que, muitas vezes, ilude o nosso coração jovem e o coração de nossa juventude. Que Deus dê a sabedoria necessária para que tenhamos muitos jovens santos no meio de nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários