17 nov 2014

Precisamos ver o mundo com os olhos da fé

Existem muitas coisas à nossa frente, na nossa casa e na nossa família que estão se perdendo ou desandando, porque não sabemos ver as coisas como elas deveriam ser vistas. Mas se o Senhor tocar dentro de nós, os nossos olhos da fé se abrirão!

“O cego respondeu: ‘Senhor, eu quero enxergar de novo’. Jesus disse: ‘Enxerga, pois, de novo. A tua fé te salvou’” (Lucas 18, 41-42).

Este cego do Evangelho de hoje, que está à beira do caminho em Jericó, onde Jesus estava passando, representa, na verdade, a realidade espiritual e humana de muitos de nós. Trata-se de um tipo de cego muito comum, que um dia já enxergou. Não é um cego de nascença, mas, por alguma razão e um motivo específico, ele perdeu a visão.

Imagine qualquer um de nós ter a graça de enxergar, mas, de repente, por qualquer circunstância, seja por acidente ou problema de saúde, formos perdendo a nossa visão e não pudermos mais enxergar.

Deixe-me dizer uma coisa a você: no mundo espiritual, acontece isso com todos nós quando não nos cuidamos nem damos ao nosso interior a atenção de que ele precisa. Assim como nossos olhos precisam ser cuidados e precisamos ter toda delicadeza para que a nossa visão seja sempre boa e apurada, o mesmo acontece com nossa visão interior, se não cuidarmos dela, ficaremos cegos aos poucos. Tantas coisas podem acontecer na nossa vida e vão tirando nossa visão interior, aquela que um dia tivemos. Muitas vezes, as causas dessa cegueira são o excesso de vaidade e as ilusões da vida.

Quando nos iludimos com as coisas deste mundo, quando mudamos o nosso referencial de valores, deixamos de praticar os bens espirituais e passamos a priorizar o material. Então, o materialismo entra em nós e só conseguimos enxergar, a partir daí, as coisas mundanas. Dentro de nós há decepções, mágoas e ressentimentos. Quando não sabemos lidar bem com essa realidade, ela nos cega aos poucos.

Não importa o ponto espiritual no qual nos encontramos hoje, o que nós queremos é fazer como esse cego de Jericó e pedir ao Senhor: “Jesus, tenha piedade de mim! Se eu estou cego, iludido e não consigo mais ver as coisas com Seus olhos, abra os meus, Senhor! Tenha compaixão de mim, permita que eu enxergue de novo o mundo com pureza e bondade, e veja as coisas com o olhar da fé!”.

Como o Senhor teve misericórdia daquele cego em Jericó, que também tenha misericórdia de nós! Existem muitas coisas à nossa frente, na nossa casa e na nossa família que estão se perdendo ou desandando, porque não sabemos enxergar as coisas como deveríamos vê-las.

Se o Senhor tocar dentro de nós, os nossos olhos da fé se abrirão! Jesus, Filho de Davi, tenha piedade de nós!

Deus abençoe você!

Comentários