23 Jun 2010

Pelo fruto se conhece a árvore*

Temos de ir à raiz e ao fruto da árvore para não andarmos pela rama; isto é, temos de descer ao fundo do nosso coração para descobrir a sua maldade ou a sua bondade, a sua mentira ou a sua verdade, a sua esterilidade ou a sua fecundidade. Porque nem tudo que brilha é ouro.

E quais são os frutos pelos quais se conhece o discípulo de Jesus? Os que assinalam o discurso da montanha que vimos meditando nestes dias: a prática das bem-aventuranças, o perdão e o amor a todos, incluindo o inimigo, o dar sem pedir nem esperar nada em troca, a esmola, o desprendimento, a oração, o não julgar e condenar os outros constituindo-nos em guias improvisados, censores moralizantes e fiscais rigorosos dos outros sem ter convertido o próprio coração ou, pelo menos, tentar uma melhoria.

O autêntico discípulo de Jesus Cristo, o que é cristão e profeta de verdade, o que se sabe incorporado pelo Senhor pelo batismo e pela obediência da fé, não deixará de produzir frutos maduros porque não poderá deixar de pensar, falar e atuar como Ele. Mas da árvore doente e do coração que é duro e seco não podem sair senão frutos maus, palavras e ações estéreis; porque o que trazemos dentro é o que deixamos transparecer e produzimos.

Por isso, infelizmente, na palavra e atuação de tantos cristãos de número transvaza-se também o vazio interior e a imaturidade religiosa, evidentes nos seus critérios infantis e egoístas, nas suas críticas destrutivas, azedas e intolerantes, assim como no seu comportamento farisaico que os induz a constituírem-se em falsos profetas, guias cegos de outros cegos.

Necessitamos de um processo prévio e interiorizado para que a qualidade e a força da seiva evangélica sejam notados por nossos frutos diários. Mas como? Sem oração nem contato com Deus, sem experiência de Seu ministério, sem escuta e assimilação da Sua Palavra, sem diálogo pessoal com o Senhor no silêncio do nosso coração?

Padre Pacheco

Comunidade Canção Nova

*Cf. B. CABALLERO. A Palavra de cada dia, p. 400. Paulus: 2000.

:: Canção Nova lança Biblía on-line para dispositivos móveis

Comentários

Novembro

40%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários