26 Nov 2017

O reinado de Jesus acontece no meio dos pobres

Jesus está nos mostrando que o Seu reinado começa com os pobres, com os famintos e com os necessitados

Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa” (Mateus 25,35).

A alegria deste domingo é celebrarmos Jesus Cristo, Rei e Senhor de todo o universo. Quando pensamos no reinado de Cristo, não pensamos num rei na forma humana, um rei que está com uma coroa e fica ali sentado no seu trono. Isso é uma alegoria, uma imagem muito terrena que não é capaz de explicar o significado sublime do reinado de Cristo.

Onde Cristo reina? Ele reina nas almas, nos corações; reina sobre os homens e as mulheres, que se submetem ao Seu Senhorio. Jesus é Rei daqueles que O proclamam como seu Senhor, não se rendem a nenhuma divindade dessa terra: a nenhum homem ou mulher e, também, não se rendem a 
qualquer coisa desse mundo. O nosso Senhor, o nosso Rei é somente Jesus!

Neste domingo, meditamos o Evangelho de São Mateus, vimos Jesus chegar com o Seu Reino definitivo, o reinado eterno; daqueles que para sempre, viverão com Ele no Céu.

O Rei vai separar à esquerda os que não são d’Ele e à direita os que são: “Vinde, benditos de meu Pai”. E por que são benditos do Pai
e reinarão com Ele para sempre? Porque cuidaram d’Ele, O acolheram e O colocaram como o primeiro em suas vidas.

Onde está Jesus? Alguns pensam que Ele está somente no Sacrário, na Cruz, nas orações. Ele está nesses ”lugares”, é o lugar da presença d’Ele,entretanto, hoje, Ele está mostrando que o Seu reinado começa com: os pobres, os famintos, os necessitados, os desabrigados, os presos, (…) com as pessoas que não valem nada.

“Eu tive fome e tu me deste de comer”, todos os famintos, todas as pessoas que não têm o que comer, é Jesus clamando por um pão, clamando pelo direito de se alimentar.

Todas as pessoas sedentas, que não têm nem uma roupa para vestir; o irmão que não tem casa para morar, o doente que está sofrendo, o outro que foi preso, aquele que está condenado, e assim por diante,  neles são os lugares do nosso encontro com Jesus.

É preciso desfazer-se dessa imagem de um rei com coroa na cabeça, para “visualizarmos” a imagem de um Rei que, antes de tudo, se faz pobre. Ele nasceu pobre, viveu como pobre e morreu totalmente sem nada. E se quisermos encontrá-Lo, nessa vida e na eternidade, O encontremos entre tantos sofredores, aflitos, famintos, tantos pobres e miseráveis que clamam para serem socorridos.

O reinado de Jesus acontece no meio dos pobres, o Seu reinado está entre aqueles que estão sofrendo, porque eles são para nós a imagem de Jesus Senhor.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Dezembro

25%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.