05 Jan 2009

O POVO QUE VIVIA NAS TREVAS VIU A GRANDE LUZ Mt 4,12-17.23-25

Jesus começa sua atividade na Galiléia, região distante do centro econômico, político e religioso do seu país. A esperança da salvação se inicia justamente numa região da qual nada se espera. A pregação de Jesus tem a mesma radicalidade que a de João Batista: é preciso total mudança de vida, porque o Reino do Céu está próximo.

A atividade de Jesus consiste na palavra (ensinar, pregar) e ação (curar). É atividade dirigida aos mais pobres, necessitados e marginalizados. O conteúdo dela é descrito em Mt 5-9.

O texto do profeta Isaías é importante para compreender os primórdios da pregação de Jesus, na Galiléia. Por que o Mestre escolheu esta região mal-afamada para dar início a seu ministério, e não Jerusalém, a capital religiosa do país?

A Galiléia era tida como terra de pagãos. Daí a expressão: “Galiléia dos pagãos”, como era conhecida. Isto se deveu a um fato histórico. Quando os assírios conquistaram o Reino de Israel, deportaram a população, substituindo-a com povos estrangeiros, de cinco diversas procedências, todos eles sem nenhuma vinculação com a fé mosaica. Este episódio levou os judeus a olharem com muito desprezo para os habitantes desta região, mesmo quando, posteriormente, só havia aí população judaica.

Mas, porque Jesus viera para “buscar e salvar o que estava perdido”, escolheu exatamente a Galiléia como ambiente privilegiado para a sua ação missionária.

O profeta havia anunciado: para o povo que jazia nas trevas, brilharia uma grande luz. Afinal, a profecia se cumpriu na pessoa de Jesus. Superando os preconceitos contra os galileus, ele pôs-se a anunciar-lhes a chegada do Reino, e, com ele, a salvação de Deus. O estigma do passado ficou, assim, definitivamente superado. Eles foram os primeiros chamados a se converterem para o Reino de Deus que, em Jesus, se fez presente na história humana.

Jesus trouxe para a humanidade um novo horizonte de vida. O Reino irrompeu na história do mundo, e nos fez pensar de modo muito mais humano e mais profundo. A Galiléia e seu povo puderam ver a luz da salvação tão próxima. E as palavras incisivas de Jesus convidam-nos para a vida nova: “Convertei-vos, porque o Reino dos Céus está próximo”. Aceitemos essa verdade, e viveremos.

Novembro

56%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.