10 dez 2015

O orgulho nos afasta dos caminhos de Deus

É verdade que há situações nas quais o nosso orgulho cresce, a vaidade humana nos ensoberbece, mas é preciso a virtude evangélica da violência

Desde os dias de João Batista até agora, o Reino dos Céus sofre violência, e são os violentos que o conquistam” (Mateus 11, 12).

Na Palavra de Deus, que vem hoje ao nosso encontro, escutamos o Mestre exaltar a violência. Se não compreendermos bem esse fato, cometeremos erros graves, já que o mundo é marcado por tantas violências que só fazem mal à convivência humana, à fraternidade universal e à vida de cada um de nós.

A violência evangélica é outra, não tem nada a ver com a violência dos homens, com guerras e conflitos. Não! É a violência que fazemos sobre o nosso orgulho, soberba, vontade própria e sobre tantas coisas que faríamos apenas pelo impulso.

Violentamos a nós mesmos para nos moldarmos, para fazermos a ascese em nosso comportamento e nossa vida. Sabe por quê? Porque entre os nascidos de uma mulher não houve ninguém que fosse maior que João Batista. Por que João Batista era maior? Não só porque ele foi o predecessor do Messias, mas é que João Batista foi pequeno, e quanto mais o engrandeciam, mais ele dizia: “Convém que Jesus cresça e eu diminua” (João 3,30).

Jesus diz: Nenhum é maior do que João Batista. No entanto, o menor no Reino dos Céus é maior do que ele” (Mateus 11,11).

Meus irmãos, no mundo onde as pessoas brigam para serem grandes, reconhecidas e maiores; no mundo onde a nação disputa poderio, as pessoas estão competindo em busca dos primeiros e maiores lugares. Deus não dá Sua coroa para os primeiros deste mundo, mas para aqueles que não buscam o reconhecimento humano, e sim o reconhecimento d’Ele.

Leia mais:
:: Advento: Aplanai os caminhos do Senhor
:: Todos podem preparar os caminhos do Senhor

Deus não coroa aqueles que vivem sobre as sombras dos aplausos das pessoas, e sim aqueles que vivem no esconderijo, na humildade, no desprendimento, na vida simples e modesta. Estes são os aplaudidos de Deus, são os maiores no Reino dos Céus!

É verdade que há situações onde o nosso orgulho cresce, onde a nossa vaidade humana nos ensoberbece, mas é preciso a virtude evangélica da violência. Corte, não dê vazão, não deixe crescer o ego, não se deixe colocar acima dos outros, não se sinta maior e mais importante que ninguém. Dê importância até para quem não tem importância, dê reconhecimento até a quem não o merece.

Que o orgulho não nos leve ao erro e a soberba não nos afaste dos caminhos de Deus. Que a profunda humildade de Jesus Cristo nos mantenha submissos a Sua vontade!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

46%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários