19 set 2016

Nosso coração precisa da luz de Jesus

Que a luz do coração de Jesus não se apague, que aquela chama maravilhosa que o batismo acendeu em nosso coração não se esmoreça

Ninguém acende uma lâmpada para cobri-la com uma vasilha ou colocá-la debaixo da cama; ao contrário, coloca-a no candeeiro, a fim de que todos os que entram vejam a luz” (Lucas 8, 16).

A luz não é para ficar escondida nem abafada; a luz é para iluminar, para brilhar, mostrar o caminho e acender.

Deus não nos criou para sermos apagados, Ele não nos resgatou para ficarmos escondidos. Uma coisa é a humildade, o silêncio do coração, outra coisa é recolhermo-nos para sermos os mais importantes. Mesmo no esconderijo em que estamos, mesmo numa gruta que possamos viver ou em qualquer recanto deste mundo, quando a graça de Deus está em nós, ela brilha em nós.

As pessoas olham para nós e, sem precisarmos dizer nada, as nossas obras, nosso comportamento e escolhas de vida iluminam o coração delas. Quem anda na luz é luz para os outros, quem anda na luz deixa que ela resplandeça na vida dos outros. As pessoas não precisam saber que você é de Deus por causa da cruz que você carrega ou pelo hábito que se veste. Nada disso!

As pessoas vão perceber que somos diferentes, porque em nós brilha o amor, a generosidade e as virtudes evangélicas! E se essas virtudes não estão brilhando, é porque estão apagadas ou escondidas. Elas precisam vir para fora.

A Palavra está dizendo que tudo aquilo que está escondido vem à luz. Então, se deixamos vir somente coisas negativas, é porque dentro de nós há muitas coisas ruins, velhas e estragadas. Precisamos iluminar o nosso próprio interior! “Eu não sou luz, mas Jesus é a luz! Eu não tenho luz, mas a luz de Jesus está em mim e passa por mim!”. A luz que vem do coração de Jesus vai iluminando o coração das outras pessoas.

Não deixemos que a luz se apague, que aquela chama maravilhosa que o batismo acendeu em nosso coração se esmoreça, apague-se, esconda-se o ponto de ninguém ver o que Deus faz em nossos corações.

Muitas vezes, quando chegamos em um lugar, vemos como as pessoas chamam atenção pelas coisas que dizem e falam. Alguns falam coisas tão ruins, palavrões, tantas coisas negativas, que saímos de lá pesados. Quando escutamos alguém, que é verdadeiramente iluminado por Deus, essa pessoa não precisa falar muita coisa, porque o pouco que ela diz brilha e reluz.

Se ela não diz nada, o seu jeito generoso, atencioso ou as outras virtudes dizem por si, porque é impossível uma pessoa de Deus não ter virtudes. Há algo errado, porque se a luz de Deus está em você, essa luz resplandece pelos frutos, pelas virtudes e obras. As pessoas têm o direito de tocar e de se iluminarem com a sua luz. Onde está todo mundo perdido e confuso, precisamos ser luz e referencial da presença de Deus naquele lugar!

Deus abençoe você!

Comentários