03 jun 2013

Não despreze a presença amorosa da Palavra de Deus

Não despreze a presença amorosa da Palavra de Deus no meio de nós, não despreze Jesus, que nos fala pelos fatos, pelos acontecimentos, pelas pessoas simples.

Louvamos e bendizemos a Deus pelos mártires São Carlos Lwanga e seus companheiros mártires que deram suas vidas para a causa de Cristo no Evangelho, no continente africano, onde a escravidão culminou por muitos anos, a colonização estrangeira.

São Carlos Lwanga e seus companheiros foram capazes de dar suas vidas por causa de Cristo. Na mensagem do Evangelho de hoje, é o próprio Jesus quem está mostrando a nós, por meio dessa parábola, que um homem planta sua vinha, cuida dela e, depois, a concede aos agricultores e viaja para longe. Quando volta, este homem manda o empregado aos agricultores para receber a sua parte pelos custos da vinha. Os agricultores, então, pegam o empregado, batem nele e o desprezam.

Então, o dono da vinha manda outro empregado e os agricultores novamente desprezam o empregado enviado, e este é morto.

Restou, então, ao senhor da vinha, o seu filho querido. Ele o enviou para que fosse aos agricultores e pensou consigo: “Pelo menos, com meu filho, terão mais respeito”. Muito pelo contrário, os agricultores também bateram, humilharam e mataram o herdeiro, pensando em ficar com sua herança. Os judeus, ouvindo Jesus contar essa parábola, ficaram indignados.

Jesus é enviado para os Seus, mas estes não O recebem e O desprezaram. Ele, muitas vezes, quer entrar em nossa vida, em nosso meio, nas nossas situações, porque, onde Jesus está, Ele traz a salvação. Cristo quer nos salvar do poder da morte, quer nos salvar do pecado, mas nós, muitas vezes, O desprezamos e também a Sua Palavra.

Não despreze a presença amorosa da Palavra de Deus no meio de nós, não despreze Jesus, que nos fala pelos fatos, pelos acontecimentos, pelas pessoas simples; não despreze o Senhor que fala por seus profetas nem Jesus presente vivo na Sua Palavra, na Eucaristia, pois suas manifestações amorosas, no meio de nós, é a presença do próprio Deus.

Que nós não caíamos nesse terrível mal, nesse terrível engano de desprezar Jesus no meio de nós; muito pelo contrário, vamos nos despojar, despir-nos do nosso orgulho, da nossa autossuficiência e acolher Jesus, cada vez mais, no meio de nós.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo – Comunidade Canção Nova


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários