01 jul 2014

Não deixemos que o medo fale mais alto do que a nossa fé

O homem de fé e a mulher de fé não são movidos pelo medo. Não deixe que nenhum medo e nenhuma ansiedade falem mais alto do que a sua fé.

“‘Por que tendes tanto medo, homens fracos na fé?’ Então, levantando-se, ameaçou os ventos e o mar, e fez-se uma grande calmaria” (Mateus 8, 26). 

 

Seguindo Jesus pelas estradas deste mundo nós estamos sempre enfrentando tempestades. E nossas tempestades não são apenas no mar – são na terra, no trabalho, na casa, na família, onde quer que nós estejamos o mar se agita. Agita-se, muitas vezes, primeiro dentro de nós, levantamos e parece que vem uma onda querendo nos levar e nos fazer sucumbir, parece que o mundo vai cair sobre nossa cabeça.

Algumas vezes, aconteceu uma coisa pequena e para nós se tornou algo tão grande; como diz  o ditado: nós até fazemos tempestade num copo d’água. Mas não podemos negar que, muitas vezes, os problemas se acumulam realmente e dentro de nós as coisas se tornam grandes. Nessas horas o coração não se acalma, se agita e se enche de devaneios e, dessa forma, ele é movido pelo medo e pela ansiedade e – quando estes sentimentos se juntam dentro de nós  – a angústia vem para nos preocupar, nos perturbar e nos deixar fracos.

Basta não sermos compreendidos, não sermos amados, basta recebermos uma má resposta ou sermos ignorados por alguém que queríamos ser lembrados ou exaltados. Basta as coisas não acontecerem do jeito que esperávamos ou do jeito que achávamos que deveria ser, do nosso jeito ou como planejamos, um estremecimento começa a tomar conta de nós.

Mas se pararmos para analisar a nossa vida, encontraremos tempestades para todos os lados e aí o grande mal: o coração se agita, a mente se perturba, muitas vezes, não dormimos, somos tomados pela insônia, pela intranquilidade e pedimos: “Senhor, socorre-nos! Senhor, salva-nos, estamos perecendo!”.  Mas o Senhor está ao nosso lado e parece que está dormindo.

O Senhor é aquele que segue a brisa leve, a brisa mansa. Onde a tempestade se agita, a mansidão do Senhor vence toda a euforia dos mares da vida.

Acalme o seu coração, não deixe que nenhum medo e nenhuma ansiedade falem mais alto do que a sua fé. O homem de fé e a mulher de fé  não são movidos pelo medo, não são tomados pela ansiedade, mas se entregam aos braços de Deus, pois Ele mesmo toma conta daquilo que agita a nossa alma e daquilo que agita a nossa vida.

Que Deus hoje acalme o seu coração e o ajude a experimentar a cada dia a brisa leve do Seu Espírito!

Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários