15 fev 2015

Libertos pela misericórdia do Senhor

Precisamos dizer: “Jesus, se Tu queres, podes me libertar, me renovar e me curar!”

“Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele e disse: ‘Eu quero: fica curado!’” (Marcos 1, 41).

 

Um leproso chegou muito próximo de Jesus e de joelhos suplicou: “Senhor, Tu tens o poder de me curar”. Mais do que curar, fisicamente falando, esse leproso quis dizer: “Tu tens o poder de me limpar, de me purificar, de me renovar e fazer de mim uma nova criatura”. Aquele homem foi ousado ao se aproximar de Jesus, porque a lepra não permitia tal fato.

Como diz a primeira leitura da liturgia de hoje, o leproso tinha que estar afastado e viver às margens do mundo e da sociedade onde ele estava, era visto até como maltrapilho para que se reconhecesse que dele ninguém poderia se aproximar. A visão antiga de que a lepra era contagiosa levou a população a criar este conceito, que afastou tantos do convívio da sociedade e dos irmãos.

Ao se aproximar de Jesus, é como se o leproso pedisse: “Senhor, me inclua, me traga para o meio da sociedade. Senhor, permita-me ser um homem como os outros homens”. Quantas pessoas são condenadas e afastadas da sociedade por aquilo que fazem ou fizeram, pelo mal que possuem e, muitas vezes, têm que viver marginalizadas. Como aconteceu com este leproso há tantos outros casos ao longo da história.

A primeira coisa a ser observada é que o nosso Deus não quer ninguém discriminado ou tratado com diferença. Mesmo com nossos pecados e misérias, Ele nos quer restaurados e integrados na sociedade e no mundo em que vivemos.

Penso em tantas pessoas enfermas, penso nos que estão no mundo das drogas, presos a essa situação da qual não conseguem se libertar. Penso naqueles que foram excluídos por uma sociedade que exclui os pobres, uma sociedade que não sabe cuidar dos seus. Hoje penso de modo particular em todos aqueles que vivem afastados do casa e do coração de Deus por terem escolhido o caminho do pecado e da vida errada, nos milhões de filhos pródigos que já foram do coração de Deus e depois foram viver no mundo.

Jesus, nosso Senhor e Deus, vem ao nosso meio para nos colocar novamente no coração do Seu Pai. Hoje é o dia de também dizermos ao Senhor: “Jesus, se Tu queres, podes me libertar, me renovar e me curar”. Aproximemo-nos de Jesus porque Ele é quem nos aproxima de Deus e nos coloca novamente no coração do Pai que tanto nos ama.

Que o Nosso Deus nos liberte das correntes da opressão e do mal que nos mantêm longe do amor de Deus, tão necessário para a nossa vida.

Deus abençoe você!

Comentários