25 ago 2011

Jesus nos ensina um novo sentido para a vigilância

Temos aqui dois temas característicos da escatologia, que fala sobre o fim dos tempos. Este texto faz parte de uma grande coleção que se constituiu como tradição das comunidades dos discípulos de Jesus. Tais textos escatológicos estão presentes, também, nos Evangelhos de Marcos e Lucas. São os temas da vigilância e do julgamento final, com a condenação de alguns em contraposição à salvação de outros.

Essa visão escatológica tem origem no Antigo Testamento, no qual prevalece a figura do Deus poderoso e ameaçador. O estímulo à ação é o temor. Com a revelação do Deus de amor, em Jesus, predomina a perspectiva da sedução pela ternura e pela mansidão do coração. Com a Encarnação de Cristo realiza-se a escatologia na manifestação da bondade de Deus.

A vigilância tem um novo sentido. É estar atento às necessidades dos irmãos, particularmente os mais carentes, na busca da justiça. Estar sensível às necessidades de nossos irmãos, de modo a assumirmos o serviço como realização pessoal e partilha de vida.

No serviço e na partilha da vida entra-se em comunhão com o próprio Jesus, hoje presente entre os irmãos.

Pai, fazei de mim um servo fiel e prudente disposto a pautar toda minha vida pelos ensinamentos de Seu Filho, Jesus. Que eu jamais seja insensato!

Padre Bantu Mendonça

Comentários