29 nov 2015

É preciso oração e vigilância na entrega a Deus

A vida no Espírito, a vida em Deus, é uma eterna vigilância, porque Ele nos convida a estarmos atentos e orarmos a todo momento para permanecermos de pé

Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer e para ficardes em pé diante do Filho do Homem” (Lucas 21, 36).

 

Amados irmãos e irmãs, se a Palavra de Deus nos mostra realidades duras, difíceis e preocupantes em relação a tantas coisas que hão de acontecer e acontecem na natureza, no mundo em que vivemos, onde estamos, algumas precauções são importantes para não nos abatermos, não nos abalarmos e não nos levarmos pela sensação do terror em qualquer situação da vida.

O primeiro é óbvio: evitar a sensibilidade diante das causas da vida, ter cuidado com o excesso de alimento e bebida, não deixar que a preocupação nos roube o essencial. Por isso, saber vigiar, saber viver com prudência na relação com as coisas é fundamental para mantermos a vida no Espírito, a vida em Deus! É uma eterna vigilância, porque Ele nos convida a estarmos atentos e orarmos a todo momento para permanecermos de pé.

Quantas tribulações nos jogam por terra, quantas situações difíceis, quantos momentos angustiantes nos deixam desanimados, para baixo ou revoltados! É preciso vigilância: “Não vou me entregar a essa ou aquela tribulação que vem para tirar a paz de espírito!”.

A segunda coisa: permanecer de pé, permanecer orante, seja de joelhos ou sentado, pois o importante não é a disposição física, mas a disposição da alma e do coração, que mantêm a comunhão, a sintonia com Deus em qualquer circunstância. O importante é pedir que o Senhor nos dê essa graça de ficarmos de pé diante de qualquer situação.

Que Deus nos faça vitoriosos e que nenhuma tribulação tire de nós o sabor de viver!

Deus abençoe você!

Comentários