11 abr 2013

É necessário acolher as palavras de Jesus Cristo e acreditar nela

Mais uma vez, estamos diante dos opostos, característicos de São João: céu/terra.  Enquanto o homem Adão foi tirado da terra e, por isso, à terra pertence, o Homem Jesus vem do céu e, por isso, ao céu pertence. Suas palavras e ações são de onde Ele veio.

Neste texto de hoje, Jesus continua se dando a conhecer como sendo o único que veio do céu, que possui a vida e que Sua Palavra supera todas as outras. Pois Ele somente fala do que viu e ouviu do Seu Pai que está no céu. Quem aceita o Seu testemunho e crê n’Ele recebe o Espírito e tem a vida eterna, que é o extraordinário e maravilhoso dom de Deus.

O evangelista nos convida, no dia de hoje, a olhar para Jesus, acolhendo as Suas palavras e transformando-as em um Evangelho vivo na nossa vida, visto que são “palavras de vida eterna”. E se é verdade que fomos regenerados e renascidos na água e no fogo do Espírito, como diz São Pedro, devemos aspirar ao leite puro e espiritual, a fim de que por ele possamos crescer para a salvação.

Portanto, por Ele e n’Ele, toda a humanidade recebe não por direito, por mérito, mas por mera benevolência de Deus a vida eterna, ontem, hoje e sempre!

Oxalá, meu irmão e minha irmã, se hoje ouvíssemos a sua voz e não fechássemos os nossos corações! Mas que os abríssemos profundamente para acolher a Sua Palavra e transformá-la no Evangelho vivo em nossas vidas.

Acolhamos e acreditemos nas palavras d’Aquele que veio do Céu, pois em nenhum outro nome podemos ser salvos, senão no nome de Jesus, Aquele que veio do céu.

Padre Bantu Mendonça

Comentários