09 mar 2015

Deus envia profetas para encontrarmos Sua Palavra

Muitas vezes, os profetas por meio dos quais Deus quer nos falar estão na nossa própria casa, na nossa família, como quando a mãe aconselha o filho e a esposa (o) ao marido, vice-versa.

“Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria” (Lucas 4, 24).

Jesus hoje faz memória ao desprezo que o povo contemporâneo de Elias demonstrou a esse profeta. O Senhor lembra que os profetas do passado foram rejeitados, e com Ele não é diferente. Ali no meio dos Seus, da Sua própria família e entre aqueles que O viram crescer há o desprezo à pessoa d’Ele. Há um desprezo direto da parte de alguns e indireto da parte de outros, ou seja, pode ser que não repreendam o Senhor, mas também não se abrem para acolher aquilo que Ele traz. Na verdade, eles tratam Jesus como se Ele fosse mais um; eles O viram crescer, viram que Ele era tão homem quanto qualquer um deles, por isso eles não olham para além da aparência.

Sabem, meus irmãos, Deus usa quem Ele quer e como Ele quer para que a Sua graça chegue até nós! Muitas vezes, os profetas por meio dos quais Deus quer nos falar estão na nossa própria casa, na nossa família; algumas vezes, o profeta que Deus quer usar, para nos falar, é o conselho que a mãe nos dá e para o qual nós não damos atenção. Outras vezes, o profeta que Deus quer usar para nos falar é o marido que chama a atenção da esposa, ou é a esposa que pede ao marido que preste atenção nisso ou naquilo.

Nós preferimos escutar as pessoas de fora, sim, de fora da nossa casa, de fora da nossa família e do nosso convívio a escutar os nossos. Preste atenção, porque Deus fala pela boca dos nossos, ainda que os nossos não sejam tão santos como nós gostaríamos que eles fossem. Nós também não o somos e Deus fala por intermédio de nós e usa a nossa boca e as nossas expressões para que nós também sejamos profetas onde estamos.

O provérbio que Jesus cita hoje: “Um profeta só não é bem recebido em sua pátria” (Lucas 4, 24) não é uma verdade a ser assumida; é, na verdade, um fato a ser rejeitado, porque nós não podemos permitir que isso continue crescendo no meio de nós. Se não fizermos isso não saberemos acolher Deus que fala por intermédio dos nossos, e o Senhor quer continuar falando ao nosso coração, quer continuar usando a mim e a você, os nossos irmãos, os nossos amigos e os nossos pais como verdadeiros profetas para que a Sua Palavra chegue ao nosso coração.

Um pouco mais de humildade, de docilidade e de abertura para a graça de Deus nos ajudará a compreender e a acolher quando o Senhor quer falar a nós pela boca daqueles que são mais próximos de nós. O Senhor nos fala, mas pode ser que eu e você desprezemos e não prestemos atenção ao meio por intermédio do qual Ele quer chegar até nós.

Deus abençoe você!

Comentários