20 mar 2016

Coloquemos no Senhor a esperança em nossa glória definitiva

Para chegar na glória definitiva, é preciso passar pela Paixão, ser fiel, cumprir na vida os desígnios amorosos de Deus e não se deixar corromper pelas tentações

Bendito o Rei que vem em nome do Senhor; paz no céu, e glória nas alturas” (Lucas 19, 38).

 

Começamos, com a celebração de hoje, a Semana Santa da Paixão e Ressurreição gloriosa de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Não focamos a Semana Santa apenas na Paixão de Cristo, como se fosse o mistério mais alto daquilo que estamos celebrando, não passamos pela celebração da Páscoa sem passar pela Sua Paixão. Por isso, o Domingo de Ramos é rico em significados do mistério salvífico.

Jerusalém é a cidade santa, cidade da glória, cidade do Grande Rei; é lá que Ele vai celebrar Sua última Páscoa, que começa da mesma forma como termina: gloriosa, com exultação e exaltação.

Aquilo que os judeus fizeram ao Senhor, proclamando “Hosana no mais alto dos céus, bendito que vem em nome do Senhor” são as pessoas que vêm das várias partes de Israel, já O conheciam, já viram o que Ele realizou na Galileia, na Samaria, em tantos lugares que esteve presente, e reconhecem que Jesus está entrando glorioso naquela cidade. Eles O aclamam, proclamam Hosana ao Filho de Davi.

É dessa forma que o Senhor entrou em Jerusalém celeste, e dessa mesma forma voltará glorioso para o meio de nós! Jesus sabe que Sua Páscoa não para na glória, mas termina nela. Para chegar na glória definitiva, é preciso passar pela Paixão, ser fiel, cumprir na vida os desígnios amorosos de Deus e não se deixar corromper pelas tentações das facilidades, de um poder vicioso e maldoso que quer negar a obra de Deus.

Em Jerusalém, Jesus testemunha, mais do que nunca, a obra de Deus em Sua vida.

O Domingo de Ramos é também o domingo da Paixão de Cristo, onde contemplamos o Cristo que entra glorioso, mas sofre a Paixão na cruz por nossos pecados, para nos redimir e nos salvar de todos os eles.

Neste domingo, colocamos na cruz do Senhor o sofrimento de toda a humanidade e os crucificados da história. Colocamos aos Seus pés a esperança em nossa páscoa definitiva. Sabendo lidar com as paixões que sofremos diariamente na vida, os dramas que enfrentamos, as negações e traições que passamos, viveremos, no mistério da Paixão de Cristo, a redenção de nossa humanidade!

Deus abençoe você!

 

Veja a reflexão do dia de hoje:

 

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do Padre Roger


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários