22 jun 2017

Abramos o nosso coração para a graça do perdão

Toda oração, para ser sincera, verdadeira e profunda, tem de ter perdão

“De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará” (Mateus 6, 14).

Jesus está, hoje, ensinando Seus discípulos a orarem, não só os discípulos de ontem, mas também os hoje e amanhã. Todos nós que somos seguidores de Jesus Cristo precisamos aprender a orar.

Não permita que seu coração entenda oração como uma repetição de palavras, ainda que precisemos repetir Ave-Marias, Pai-Nossos e fórmulas que nós aprendemos, pois a essência está dentro das palavras, não apenas nas repetições.

A essência da oração é o coração unido a Deus. Você pode rezar 10 mil Pai-Nossos e Ave-Marias na vida, mas, em nenhuma delas, seu coração estar em Deus. Não estou diminuindo nenhuma das suas orações, muito pelo contrário, é valoroso rezar e meditar o Santo Rosário, tudo aquilo que essa oração nos dá, mas rezemos com o coração e a vida. Rezemos meditando, contemplando, vivenciando e deixando que o nosso coração faça comunhão com Deus.

A primeira coisa fundamental da oração é a comunhão, o coração que se une a Deus naquele momento, porque, na oração, o Senhor nos purifica, lava-nos, liberta-nos, restaura-nos e realiza o Seu novo em nós. A segunda coisa é a ação, pois oramos e colocamos em prática aquilo que vivemos na oração.

Não podemos fazer nenhuma oração sem pedir perdão pelos nossos pecados. Em toda oração que pedimos perdão a Deus, Ele nos perdoa. Não tenhamos dúvidas, pois Deus nunca nos nega Seu perdão, apenas o perdão d’Ele é na medida do perdão que damos aos outros. Não é assim que rezamos? “Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos”.

Desculpe-me a expressão, mas seria falta de vergonha na cara pedirmos que Deus nos perdoe, implorarmos Seu perdão, mas não perdoarmos o irmão de todo o coração. Por isso, toda oração, para ser sincera, verdadeira e profunda tem de ter perdão! Temos de nos abrir à graça do perdão.

Muitos dizem: “Padre, é tão difícil perdoar!”. Por isso rezamos, para pedirmos que Deus nos dê essa graça. Precisamos pedir disposição para perdoar e nos “quebrar por dentro”, dilacerar nosso coração para perdoar.

Uma oração só é frutuosa, só chega autenticamente ao coração de Deus quando ela é regida pela força sublime do perdão. Não perdoemos pouco, perdoemos como Deus nos perdoa, pois Ele nos perdoa muito!

Perdoemos e amemos muito, para que nossa oração produza muitos frutos!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

53%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários