03 nov 2013

A santidade como compromisso de vida

Busquemos a santidade como nosso compromisso de vida e celebremos todos os nossos amigos santos.

“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus” (Mt 5,3).

Com muito amor e com muita alegria celebramos, hoje, o “Dia de Todos os Santos”. Ontem, celebramos a Igreja padecente no purgatório; hoje, celebramos a Igreja triunfante, daqueles que já participam da glória feliz de Deus por toda a eternidade.

A “Festa de Todos os Santos” tem uma particularidade muito especial para nós. Existe no Céu uma multidão numerosa de homens e mulheres que adoram a Deus sem cessar, face a face: é a multidão dos homens e das mulheres que viveram aqui nesta terra e levaram uma vida de acordo com a vontade do Senhor. Esses já são santos, já participam da beatitude, da felicidade suprema junto de Deus, ainda que não tenham sido nem venham a ser canonizados, porque a Igreja não canoniza todas as pessoas.

Aqueles que nós chamamos de santos, aqueles que são canonizados, são para nós referenciais de vida, porque viveram a santidade de forma extraordinária, mas o Céu tem uma multidão “mil vezes maior” do que aquela lista de santos que todos nós conhecemos na Igreja.

O nosso avô, a nossa avó, talvez nosso pai e nossa mãe, parentes, amigos, pessoas que nós conhecemos, que viveram uma vida de acordo com a vontade de Deus, eles já estão no Céu. Hoje, nós estamos celebrando todos os santos, e desejamos, um dia, fazer parte dessa grande multidão em festa, em júbilo, participantes da alegria celeste do Senhor.

Temos de corresponder a esse convite para vivermos na santidade. É um compromisso de vida! A santidade é o passaporte que nos permite entrar no Céu, ela abre todas as portas do coração de Deus. Santidade é ter uma vida correta, justa, honesta, é viver mergulhado em Deus, praticando a vontade d’Ele com tudo aquilo que vivemos. Ela manifesta-se na pobreza do Espírito, na aflição da alma, na mansidão do coração, na pureza, na misericórdia. Santidade é promover a paz e saber sofrer por amor a Deus e ao Seu Reino.

Busquemos a santidade como nosso compromisso de vida e celebremos todos os nossos amigos santos, toda essa legião de homens e mulheres que estão fazendo parte do coro celeste.

Todos os santos e santas de Deus, rogai por nós!

:: Ouça esta reflexão no Canal Pod Homilia


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários