08 abr 2014

A murmuração nos afasta dos caminhos de Deus!

A vida em Deus vai morrendo dentro de nós quando nos deixamos enveredar pelo veneno maldito da murmuração!

”Por que nos fizestes sair do Egito para morrermos no deserto? Não há pão, falta água, e já estamos com nojo desse alimento miserável” (Números 21, 5).

 

Nós, hoje, estamos refletindo, na liturgia, sobre a riqueza maravilhosa da primeira leitura da Santa Missa de hoje, a qual fala sobre o povo de Deus que caminha no deserto, rumo à Terra Prometida. E no meio da caminhada, eles caem na terrível tentação de se revoltarem contra Deus. Primeiro, são movidos por uma impaciência e, quando essa impaciência toma conta do coração deles, eles começam a murmurar contra Deus e contra Moisés; e, na murmuração, saem muitas palavras duras e pesadas de suas bocas. Reclamam e amaldiçoam o pão que estão comendo, sentem nojo do próprio alimento e começam a falar mal de tudo.

Deixe-me dizer-lhe uma coisa: A murmuração daquele povo, a indignação daquele povo, a revolta daquele povo, a forma tão ingrata com que se voltam contra Deus e contra Moisés lhes  atrai o veneno da serpente. E você sabe o que a serpente venenosa faz: onde ela pica a morte entra e, muita gente em Israel morreu porque se voltou contra Deus pela murmuração, pela reclamação, pela indignação e pela revolta.

A vida em Deus vai morrendo dentro de nós quando nos deixamos enveredar por esse veneno maldito que se chama ”murmurar”. É verdade que onde nós estamos existem sempre pessoas que nunca estão satisfeitas com nada, estão sempre azedas e azedando os outros também; colocando uns contra os outros, criando rebeldias em nossas comunidades. E o pior é colocar o veneno para que as pessoas se rebelem contra Deus e contra a Igreja!

Quantas pessoas, meu Deus, não saem mais de suas casas, não vão mais para a igreja, não caminham mais no deserto da vida rumo à “Terra Prometida”, que é o céu, porque pararam no meio do deserto, foram contaminadas por esse veneno terrível da murmuração; porque escutaram outras pessoas da Igreja falando mal de outras, fazendo fofocas e todas aquelas coisas malditas que existem no meio de nós, fruto da nossa revolta.

Deixe-me dizer a você: Moisés levantou a serpente e todo aquele que olhava para ela ficou curado. Jesus foi levado à cruz para curar a mim e a você de todo o espírito de rebeldia, que há dentro de nós.

Deus nos quer ver curados; Ele não nos quer ver azedos, Ele não nos quer ver murmurando. Ele nos quer sadios e curados! Quando conseguimos tirar esse azedume de dentro de nós e conseguimos olhar a vida, as pessoas e, sobretudo, Deus, não pelo olhar negativo, mas pelo olhar vivo da fé, a vida nova brota dentro de nós!

Deus abençoe você!

 

Comentários