28 Apr 2010

A Luz e a Palavra*

Anunciar Cristo, e não as próprias idéias, é o serviço e a fidelidade à missão por parte de Paulo e Barnabé, como nos mostra a primeira leitura de hoje. A cidade de Antioquia da Síria converteu-se num foco pujante de Cristianismo, de onde parte a evangelização para os não judeus. O texto começa com um tom de otimismo, próprio dos resumos de Lucas nos Atos: a palavra de Deus crescia e propagava-se.

Entre os profetas e mestres que havia na carismática comunidade de Antioquia mencionam-se cinco, entre os quais se destacam Barnabé e Paulo, a quem o primeiro trouxera de Tarso. São precisamente eles os dois que o Espírito Santo seleciona, sem dúvida pela boca de algum dos profetas, num dia em que jejuavam e prestavam culto ao Senhor. “Com esta missão do Espírito Santo” empreenderam Paulo e Barnabé a sua primeira viagem missionária, de cuja trajetórias e peripécias irá dando conta a primeira leitura, que falará sobre o fato por alguns dias futuros.

É muito importante sublinhar os pormenores. Primeiro: a escolha dos missionários tem lugar num contexto litúrgico. “Um dia em que jejuavam e prestavam culto ao Senhor, disse o Espírito Santo: separai Barnabé e Saulo [Paulo] para a tarefa a que os chamei”. E segundo: a comunidade de Antioquia solidariza-se com o envio missionário que tem a sua origem no Espírito: “Voltaram a jejuar e a orar, impuseram-lhes as mãos e despediram-nos”. Assim se unem culto e missão, fé e evangelização.

Do mesmo modo que não há amor a Deus sem amor aos irmãos, assim também não há liturgia autêntica sem a comunidade que a celebra e cada um dos seus membros não se sente interpelado pelo Espírito para a missão apostólica. Uma comunidade aberta não se contenta em reunir os que já estão nela nem celebra o culto para deleite dos devotos, mas vive intensamente a dimensão missionária.

Mais ainda: segundo São Paulo, se toda a vida do cristão animado pela caridade deve ser culto espiritual, “o sagrado ofício de anunciar o Evangelho” é uma liturgia em que o apóstolo, isto é, Cristo, por meio dele, oferece os homens a Deus.

Padre Pacheco

Comunidade Canção Nova

*Cf. B, CABALLERO. A Palavra de cada dia. p. 217-218. Paulus: 2000.

Dezembro

11%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.