17 out 2016

A ganância nos afasta dos caminhos de Deus

No mundo em que vivemos, a ganância tende a crescer no coração dos homens. É uma tentação constante para a vida de todos nós

“Atenção! Tomai cuidado contra todo tipo de ganância, porque, mesmo que alguém tenha muitas coisas, a vida de um homem não consiste na abundância de bens” (Lucas 14, 15).

 

A advertência de Jesus é para falar diretamente ao nosso coração, porque a ganância é uma tentação, para pobres, para ricos, para todos nós. Ela, na verdade, cega os nossos olhos, nossa visão de vida e nos mantêm direcionados apenas para um lado: ganhar, obter lucros, vantagens, acumular bens e assim por diante.

No mundo em que vivemos, tão capitalista, consumista e voltado para os bens materiais, a ganância tende a crescer no coração dos homens. É uma tentação constante para a vida de todos nós.

Muito cuidado, porque a ganância tira da nossa vida o foco do essencial. Mas, o que é essencial para a nossa vida? O amor, a caridade, viver os mandamentos, ter Deus como meta da nossa vida. Porque tudo mais torna-se secundário, quando aquilo que move a nossa vida é somente lucrar, ganhar, enriquecer e obter.

Seja uma pessoa realmente batalhadora, cresça cada vez mais na sua vida, naquilo que você faz, naquilo que você empreende, dê o melhor de você! Mas não gaste a sua vida, suas energias e capacidade de fazer tantas coisas, simplesmente, focado em uma única: ganhar dinheiro, tornar-se ambicioso e avarento.

Não! Primeiro, porque isso nos empobrece, porque muitas pessoas que se enriquecem de bens materiais, são empobrecidas nas virtudes. Isso faz de você uma pessoa orgulhosa, soberba, que fecha os olhos para as necessidades dos outros.

Deus semeou em nosso coração a semente da humildade. Com ela vamos longe, conquistamos muito e, sobretudo, as virtudes da alma que são as maiores riquezas que nós podemos deixar.

Por outro lado, é importante escutar o que Jesus está dizendo, porque a nossa vida não consiste nos bens que temos. Às vezes, a pessoa gasta tudo que tem na vida para construir uma bela casa, para juntar isso e tantas outras coisas, e no outro dia, essa pessoa parte (falece).

E o que levamos desta vida? Só levamos desta vida a boa semente que plantamos, as virtudes que cultivamos. Só vamos levar daqui o amor que semeamos, que vivenciamos e colocamos em prática!

Se o nosso coração tem alguma tendência a ser ganancioso, que seja para amar, para fazer o bem, para trabalhar de forma justa e honesta, mas sem vivermos de extrapolações nesta vida.

Sua família e sua casa, precisam muito mais de você, amando, cuidando, dando atenção, do que ter você se desgastando, ficando impaciente, nervoso, trabalhando sem parar e não tendo amor para dar aos seus. Isso vale também para todas as outras áreas da vida.

Que o pouco ou muito que você ganhar, seja fruto do seu trabalho e não da sua ganância!

Deus abençoe você!

Comentários