04 maio 2016

Acolhamos o Espírito da Verdade

O Espírito faz morada em nós, conduz-nos para uma verdade maior quando há em nós docilidade para acolhê-Lo

“Quando, porém, vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à plena verdade” (João 16, 13).

 

Precisamos viver, servir e andar na verdade. No mundo diluído por fantasias, mentiras, falsidades e hipocrisias, até a nossa vivência da fé se confunde com coisas que não são verdadeiras.

Às vezes, as opiniões podem ser diversas e cada um tem uma verdade. Muitos brigam e impõem sua opinião, mas a verdade suprema é Deus, é Ele quem a traz para nós!

Só vivendo a docilidade ao Espírito que a verdade habitará em nós; para isso, algumas coisas são importantes.

A primeira delas é renunciar a toda e qualquer espécie de mentira em nossa vida. Não compartilhe nem viva de mentiras, não as deixe crescer em sua vida. Renuncie de todas as formas e maneiras às palavras falsas e enganosas, aos falsos testemunhos. Mesmo que você tenha as melhores intenções, não deixe sua vida depender de mentiras, pois o Reino de Deus se expandiu por toda a face da Terra, anunciando e pregando a verdade! Nós não podemos ter mentiras como subterfúgios da nossa vida.

Segundo ponto essencial em nós: purifiquemo-nos de nossas verdades. Digo “nossas”, porque cada um vai criando verdades para si, e muitas delas partem de nossas convicções e ideologias que criamos para nós mesmos, onde nos escravizamos e nos prendemos a elas. Por causa disso, não conseguimos absorver o novo, acolher o que vem do outro, a novidade do Espírito.

Isso não é hipocrisia, não é se tornar uma pessoa fútil nem ao menos alguém sem decisão; pelo contrário, é ter a mente aberta. Ter a “mente aberta” não significa ser progressista e ultramoderno, mas sim que somos um vaso aberto, a fim de que Deus opere em nós e fale-nos qual é a vontade d’Ele. Ter a mente aberta é saber escutar o outro, e isso não significa concordar sempre com o que ele diz, mas ter a capacidade de acolher o diferente.

Terceiro ponto: submetamo-nos à vontade de Deus, principalmente quando ela contraria tudo aquilo que achávamos que fosse verdade. É importante, irmãos, sabermos que não somos donos da verdade, mas servos dela, servidores da única verdade que é Deus!

O Espírito faz morada em nós, conduz-nos para uma verdade maior quando, da nossa parte, há docilidade para que Deus aja e use-nos para falar da verdade.

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do padre Roger



Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

.

Comentários