27 set 2016

A vingança nos afasta de Jesus

Que não alimentemos em nós o sentimento de vingança, porque ele só destrói a nossa alma e existência

Senhor, queres que mandemos descer fogo do céu para destruí-los?” (Lucas 9,54).

O questionamento dos irmãos Tiago e João deu-se, porque Jesus, ao subir para a Judeia, para Jerusalém, passou pelo território dos samaritanos. Uma vez que os samaritanos não tinham boa relação com os judeus, viram que Jesus estava indo naquela direção e viraram as costas para Ele, não quiseram acolhê-Lo nem a Seus discípulos.

No coração de Tiago e João veio esse sentimento torpe de vingança: “Manda descer fogo para destruí-los”. Jesus repreende a atitude deles: “De forma nenhuma! Não é porque não somos acolhidos que vamos retribuir da mesma maneira. Não é porque não somos amados, que vamos retribuir com o ódio. Não é porque o outro nos faz mal, que vamos também retribuir com o mal da mesma maneira”.

No pensamento evangélico, no coração de cada um de nós, conquistado pelo Sangue de Jesus, não pode haver espaço para a vingança, porque ela simplesmente entorpece o nosso coração, tira de nós os melhores sentimentos da alma, do corpo e do espírito!

Sei que há situações onde nos sentimos provocados, ficamos irados, revoltados, e pode ser que nem planejemos fazer o mal contra aqueles que nos fizeram o mal ou deixaram de nos fazer o bem. Mas há aquela vingança mental, no coração, há aquele sentimento que, muitas vezes, nutrimos de ver a hora de o mal acontecer contra aquela pessoa.

Permita dizer a você: assim como Jesus repreendeu o sentimento daqueles dois discípulos, Tiago e João, Ele quer repreender os sentimentos do nosso coração.

Não permitamos que cresça em nós qualquer sentimento de rancor, ressentimento, vingança contra quem quer que seja. Deus não nos quer vingando nem mesmo aquele que possa ter nos atrapalhado de evangelizar, de fazer isso ou aquilo, porque não há algo mais diabólico do que a capacidade de alguém vingar o mal que recebeu.

Eu sei que muitas situações machucam o coração, há dentro de nós um sentimento de justiça. Justiça é justiça, mas vingança é outra coisa.

Que não alimentemos em nós esse sentimento terrível, porque ele só destrói a nossa alma e nossa existência!

Deus abençoe você!

Comentários