22 Jul 2020

Sejamos, a cada dia, discípulos do Mestre Jesus

“Então Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: ‘Eu vi o Senhor’, e contou o que Jesus lhe tinha dito” (João 20,18).

Celebremos, com muito amor no coração, a festa de Santa Maria Madalena, discípula de Jesus. Poderíamos dizer muitas coisas a respeito de Maria Madalena, mas, infelizmente, muitas pessoas vivem sempre de passado, e estão mais interessadas naquilo que ela foi do que naquilo que ela é e se tornou pela graça de Deus.

Não posso dizer que Maria Madalena foi adúltera, prostituta, mulher da vida ou qualquer expressão dessas, porque a Sagrada Escritura não me fala isso dela, mas me fala que dela Jesus expulsou sete espíritos malignos. E depois que ela se encontrou com o Senhor, não foi mais a mesma, ela foi transformada e convertida no verdadeiro amor.

Jesus passou a ser o amor maior da vida de Madalena, por isso ela se tornou discípula d’Ele. Ela seguiu Jesus, porque, se antes ela seguia os impulsos do seu coração, ela era conduzida pelas paixões da sua alma e por toda a vida que levava, ela mudou a sua rota ou permitiu a Jesus mudar a rota da sua vida.

O que precisamos aprender com Maria Madalena é nos tornarmos, verdadeiramente, discípulos de Jesus

A paixão da vida de Maria passou a ser Jesus. Não seja leviano, mundano ou profano, porque, quando se fala de paixão, as pessoas confundem e só conhecem paixões carnais. É porque para a pessoa mundana tudo vai ser também mundano.

A conversão de Maria foi profunda, porque ela se converteu para o Reino de Deus, para os sentimentos evangélicos e para Jesus Mestre, Senhor e Salvador. Por isso, acima de tudo, ela se tornou a discípula, a seguidora, aquela que seguiu Jesus da vida até a morte, e foi a primeira testemunha de Cristo vivo e ressuscitado. Maria foi não só aquela que viu o Ressuscitado, mas aquela que proclamou que Ele estava vivo e no meio de nós.

O que precisamos aprender com essa mulher é nos tornarmos verdadeiramente discípulos de Jesus. Que o nosso encontro com Ele seja transformador e nos leve a nos tornarmos apaixonados pelo Evangelho e pela vida do Reino. Que o nosso encontro com o Senhor nos leve a ser o que Maria foi: aquela que levou a vida em nome do Mestre.

O bom discípulo é aquele que se torna apóstolo. Maria foi uma excelente discípula, porque nunca mais tirou os olhos de Jesus, e nem a morte d’Ele foi capaz disso! Pelo contrário, ela cuidava até do corpo d’Ele, por isso a vida de Jesus está nela, e ela se tornou apóstola da Ressurreição. Por onde Maria Madalena foi, ela anunciou a presença amorosa de Jesus no meio de nós.

Precisamos ser, a cada dia, discípulos do Mestre Jesus, precisamos ser apóstolos d’Ele; anunciar, proclamar e testemunhar para o mundo que caminha na escuridão das trevas, do pecado e da morte, que Jesus está vivo.

A vida de Maria Madalena foi a prova mais autêntica daquilo que Jesus realiza e transforma na vida da pessoa que n’Ele crê e leva a vida em Seu nome. Que as pessoas possam olhar para a nossa vida e dizer: “Jesus nele vive, então Ele está vivo”.

Não basta proclamar a Ressurreição de Jesus, é preciso deixar que a Ressurreição aconteça na nossa própria vida e a ilumine, para não vivermos nas trevas, na escuridão, no erro nem no pecado.

Que Maria Madalena nos ensine o caminho do discipulado e do apostolado do Mestre Jesus.

Deus abençoe você!   


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.