13 jul 2016

A graça de Deus é reservada aos humildes de coração

Quando o coração é humilde, pequeno e sedento de Deus, tudo que vem d’Ele é novidade, tem um sabor novo

Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos” (Mateus 11, 25).

 

Um grande hino de louvor toma conta do coração de Jesus, e Ele exulta em Deus. Por que Jesus está louvando e exultando de alegria no coração do Pai? Porque os tesouros do céu, os tesouros do Pai do Céu, não foram revelados aos sábios e entendidos.

O mundo está cheio de pessoas que se acham sábias, que entendem e sabem de tudo. Aliás, encontramos ao nosso lado sempre as pessoas que tudo sabem. Hoje, ninguém mais quer aprender, porque já sabem: “Ah, eu já sei!”.

É interessante uma criança: é pequenina, mas quer aprender tudo de seu pai e de sua mãe, mas assim que se atira para a vida, ela quer ensinar, já não quer mais saber. A mãe vai corrigi-la e diz: “Já sei! Não precisa falar mais, porque já sei!”.

Você acha que o marido quer saber alguma coisa de sua esposa, mas ele diz: “Eu já sei! Não precisa me falar, porque eu já sei!”. Você acha que o irmão quer aprender com o outro, mas ele diz: “Eu já sei! Não precisa me ensinar nada!”.

Hoje, vivemos num mundo onde ninguém precisa aprender mais nada, porque cada um se sente mais sábio do que o outro. O ruim do sábio ou dos que se acham sábios é que se apoiam em sua inteligência, em sua sabedoria, em seu conhecimento, e usam disso, inclusive, para dizer o que o outro não sabe, pois quem sabe é ele. Vivemos num mundo de sabichões, onde cada um se põe a saber mais do que o outro.

A sabedoria de Deus corre da sabedoria deste mundo. A sabedoria divina está nos corações simples, humildes e mansos! Quando você se propõe a pregar a Palavra de Deus, há aqueles que dizem: “Ah, já sei o que o padre vai falar! Já conheço! Já sei o que é isso!”, mas não abstraem, não saboreiam, não pegam a novidade de Deus, porque “já sabem”. Mas quando o coração é humilde, pequeno e sedento de Deus, tudo que vem d’Ele é novidade, tem um sabor novo.

Na vida também é assim: podemos até já saber fazer uma coisa, mas, se deixarmos o outro nos ensinar, se aprendermos com ele, o que sabemos se tornará melhor, mais amplificado e sábio. Porém, quando não estamos dispostos a escutar o outro, o que sabemos se torna ignorância, soberba e orgulho.

A graça de Deus não está reservada aos soberbos desta vida, aos orgulhosos deste mundo, mas aos humildes, àqueles que se levantam a cada dia e dizem: “Eu preciso aprender mais! Preciso aprender a viver melhor a cada dia! Quero aprender com Deus. Quero aprender com meu próximo, quero aprender com as pessoas mais simples desta vida!”. As pessoas mais simples são as do campo, aquelas que vivem uma vida de mais simplicidade. Essas são verdadeiras escolas de sabedoria, que os nossos cientistas deixam muito a desejar.

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do padre Roger


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários