23 Nov 2023

Acolha a graça de Deus e permita-se ser transformado

“Naquele tempo, quando Jesus se aproximou de Jerusalém e viu a cidade, começou a chorar. E disse: ‘Se tu também compreendesses hoje o que te pode trazer a paz! Agora, porém, isso está escondido aos teus olhos! Dias virão em que os inimigos farão trincheiras contra ti e te cercarão de todos os lados’.” (Lucas 19,41-43)

Meus irmãos e minhas irmãs, “dominus flevit”, expressão latina que quer dizer: “O Senhor chorou”, é também hoje Dominus Flevit, um famoso santuário, que está localizado no Alto do Monte das Oliveiras, na cidade de Jerusalém, de onde podemos avistar a bela cidade de Jerusalém.

É neste lugar que se crê que Jesus tenha vivido essa experiência que acabamos de ouvir do Evangelho: a experiência humana do choro, da decepção; o choro da frustração pela frieza com que muitos corações acolheram a Sua vinda messiânica.

Jesus chora sobre a cidade de Jerusalém. Não é apenas uma cidade, não são apenas construções; são os corações que ali residem, são as construções demolidas pelo afastamento de Deus e pela cegueira espiritual. É o choro de Deus pela indiferença do ser humano em relação à presença d’Ele em nosso meio; é o choro de Deus pela infelicidade do ser humano quando não aceita as visitas d’Ele.

Acolha a graça de Deus e permita que Ele transforme você completamente. Torne-se essa bela construção de Deus

Também podemos colher duras consequências quando nos afastamos de Deus. Jesus choraria certamente, hoje, pelo contexto em que se vive lá, nas Suas terras, a guerra, o ódio, a tentativa de oprimir o mais fraco. A vingança histórica, a maldade gratuita, as atrocidades que são feitas em nome de Deus e o interesse das grandes potências numa guerra.

Vamos aplicar isso em nossa vida porque Jesus está diante de nós agora, Jesus está diante de você! Jesus sabe que existem coisas em nossa vida, coisas em nós que podem nos levar à destruição ou que podem, futuramente, nos destruir e podem não deixar pedra sobre pedra na nossa vida.

Ele sabe que as nossas construções são frágeis, que somos vulneráveis, por isso, diante de você, pergunto: “Jesus sorri ou Jesus chora?”; porque Ele está diante de nós, e se você quer consolar esse pranto de Jesus, esse choro d’Ele, reconheça o tempo em que você está sendo visitado, hoje, pelo Senhor; e abra-se à graça de Deus em sua vida.

Não perca mais tempo, mas acolha a graça de Deus e permita que Ele transforme você completamente. Torne-se essa bela construção de Deus, essa bela cidade de Deus, onde Ele habita com a sua graça e tem o seu coração como morada.

Sobre todos vós desça a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.