06 Dec 2023

(Português do Brasil) Desperte em seu coração a confiança na misericórdia do Senhor

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

“Jesus foi para as margens do mar da Galileia, subiu a montanha, e sentou-se. Numerosas multidões aproximaram-se dele, levando consigo coxos, aleijados, cegos, mudos, e muitos outros doentes. Então os colocaram aos pés de Jesus. E ele os curou. O povo ficou admirado, quando viu os mudos falando, os aleijados sendo curados, os coxos andando e os cegos enxergando.” (Mateus 15,29-31)

Na Liturgia deste dia, a imagem da montanha aparece, tanto na Primeira Leitura como também no Evangelho. A montanha é sempre um lugar de teofania, ou seja, é um lugar da manifestação de Deus, é um lugar da manifestação da glória de Deus. E será nesse lugar que o profeta Isaías, na Primeira Leitura do dia de hoje, apresenta-nos como o cenário de um maravilhoso banquete no qual serão preparados as melhores refeições que satisfazem a alma, que dão um profunda consolação e que saciam não somente a fome física do corpo, mas a fome da alma — a nossa alma que tem fome e sede de Deus.

No Evangelho de hoje, Jesus aparece animado pelos mesmos sentimentos que o profeta nos diz: o sentimento de compaixão com as pessoas. Quando Ele, nessa montanha, também permite com que a humanidade doente e necessitada se reúna à Sua volta — os coxos, os aleijados, os cegos, os mudos, os vários outros doentes são colocados aos pés de Jesus, são colocados diante do seu olhar, são colocados diante daquele que manifesta todo o seu amor, curando as suas enfermidades.

Deixe que o Senhor também exercite no seu coração a confiança e a compaixão; a confiança de saber que é Ele quem realiza o milagre

O povo se admira e louva a Deus com toda essa revelação da misericórdia do Senhor. Tudo seria mais do que suficiente para despertar no nosso coração a confiança na misericórdia do Senhor que é misericordioso, que olha com misericórdia, que cura, liberta e sara.

O Evangelho de hoje vai além, Jesus deseja também provocar e envolver a sensibilidade dos seus discípulos com tudo aquilo que Ele realiza, curando, acolhendo o povo, curando as suas enfermidades.

O Senhor também deseja tocar no coração dos Seus discípulos a sensibilidade para com o próximo, para com os irmãos. Ele decide envolver os discípulos na Sua compaixão, rompendo com os medos deles. Sabemos de cor e salteado qual é o final deste Evangelho — se você pegar no final, Jesus pede para que os discípulos alimentem a multidão. Jesus exercita, então, no coração dos Seus discípulos, a confiança de oferecer o que eles tinham, o que eles podiam fazer na certeza de que quem realiza o milagre é Jesus.

Por isso, diante desses milagres, das curas que hoje testemunhamos neste Evangelho, deixe que o Senhor também exercite, no seu coração, a confiança e a compaixão, a confiança de saber que é Ele quem realiza o milagre; a nós cabe apenas oferecer aquilo que temos, que nós podemos, mas também a compaixão de olhar para o próximo com o mesmo olhar que o Senhor olhou aquelas pessoas.

Desça sobre vós a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!


Padre Bruno Antonio

Padre Bruno Antonio de Oliveira é Brasileiro, nasceu no dia 18/10/1987, em Lavras, MG. É Membro da Associação Internacional Privada de Fieis – Comunidade Canção Nova, desde 2012 no modo de compromisso do Núcleo.

Pai das Misericórdias

Pedido de Oración

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.