09 Mar 2022

O Senhor espera pela sua conversão

“Naquele tempo, quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: ‘Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas’” (Lucas 11,29).

Muito bem, meus irmãos, nós esperamos sempre um sinal para começarmos de verdade o nosso caminho espiritual, a nossa experiência de conversão. Temos essa tendência de querer nos agarrar sempre nos sinais. Um caminho espiritual sério, comprometido e maduro precisa se desprender da dependência de certos sinais. Precisamos seguir um pouco mais o nosso coração, a nossa intuição daquilo que Deus nos pede, daquilo que Deus quer de nós, porque, algumas realidades já estão mais evidentes do que nós imaginamos, não precisamos de mais nenhum sinal.

Então, não vamos fazer como aquelas famosas “dietas da segunda-feira”, que nunca chegam. Vamos abraçar hoje o nosso caminho de fé, vamos abraçar hoje a nossa necessidade de conversão sem esperar esse bendito sinal porque precisamos tomar consciência de que, hoje, o Senhor quer entrar na casa do nosso coração.

Temos o texto aqui, onde Jesus fala para aquela multidão que nenhum sinal seria dado a não ser o sinal de Jonas. Sabemos muito bem, e a Primeira Leitura de hoje, da Liturgia, retrata aquela experiência do profeta Jonas com a conversão. E nós entendemos desse sinal de Jonas o quê? Que não existe nada impossível para Deus.

Vamos abraçar hoje a nossa necessidade de conversão sem esperar esse bendito sinal

Quando você se depara com um pecado ou com o vício seu, uma situação que você precisa mudar, urgentemente você precisa deixar com que essa realidade mude. Digo para você: nada é impossível para Deus. Porque, se nós vamos ver o relato daquela experiência do profeta Jonas, a partir do momento em que ele se colocou docilmente nas mãos de Deus, ele começou a atravessar a cidade de Nínive pregando a conversão.

Sabe qual foi o resultado para o espanto dele? A pregação de Jonas chegou até os ouvidos do rei, e até o rei se vestiu de saco e sentou-se em cinzas. Veja, o rei não passou a cinza na fronte, como nós fazemos na Quarta-feira de Cinzas, mas ele se sentou nas cinzas, e ainda mais, o rei emanou um decreto, escreveu um decreto onde, homens e também animais, deveriam fazer um jejum total e completo, sem comer e sem beber nada, se refugiassem na oração pedindo a Deus a Sua intervenção, e que eles deixassem a conduta errada de lado, mudassem de comportamento. Veja, a partir da pregação de Jonas aconteceu todo esse movimento de conversão.

Nada, absolutamente nada, é impossível para Deus quando um coração se abre e escuta a voz do Senhor. Então, na minha vida e na sua vida, tudo pode ser transformado, tudo pode ser mudado. Podemos ser mais de Deus nesta Quaresma, podemos deixar o pecado de lado e assumimos uma vida nova, se escutarmos a voz do Senhor, se ouvirmos o apelo de conversão que hoje Ele nos faz.

Abramos o nosso coração, permitamos que o Senhor realize esta obra maravilhosa em nossa vida, permitamos que o Senhor estabeleça o Seu Reino dentro dos nossos corações. Não deixemos para amanhã, ouçamos hoje a voz do Senhor!

Sobre todos vós, a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!


Padre Donizete Ferreira

Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Comentários

Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.