15 dez 2014

Só quem se abre à verdade toma o caminho correto

Só quem se abre à verdade toma o caminho correto. Se quisermos crescer na fé e no conhecimento de Deus não tenhamos medo da verdade, que nos edifica, ilumina e liberta.

Donde vinha o batismo de João? Do céu ou dos homens?” (Mateus 21, 25).

Amados irmãos e irmãs, a Palavra de Deus hoje nos mostra Jesus sendo questionado pelos sumos sacerdotes e anciãos do povo sobre a origem da Sua autoridade. Eles O questionam com que autoridade Ele falava e fazia Seus milagres.

As obras falam por si, as obras de Jesus demonstram quem Ele é! E de forma muito sábia e astuta (no melhor sentido da palavra), o Senhor responde a eles com a mesma pergunta: “Donde vinha o batismo de João? Do céu ou dos homens?” (Mateus 21, 25).

É verdade que eles não queriam refletir sobre isso com profundidade, não queriam reconhecer o batismo de João, não queriam reconhecer aquilo que ele fazia; mas ao mesmo tempo não queriam negar aquilo que ele [João] fazia para não serem malvistos pelo povo. Uma vez que eles também não queriam responder com propriedade de onde vinha a autoridade de João, Jesus também não podia lhes dizer de onde vinha a Sua autoridade.

Hoje nós queremos olhar para essas palavras do Senhor e para o questionamento que é feito a Ele de modo a pedirmos a Ele o discernimento e a sabedoria, porque o que faltou a eles, aos sumos sacerdotes e aos anciãos do povo, foi uma verdadeira abertura para o discernimento e para o reconhecimento de onde vinha a autoridade de Jesus.

Muitas vezes, nós queremos ter discernimento para tomar o melhor caminho e para poder acertar na vida. A primeira necessidade, para quem quer conhecer o caminho correto a ser tomado, é estar aberto para a verdade, ainda que essa verdade incomode, ainda que essa verdade venha mexer em suas estruturas. No entanto, ninguém chega ao discernimento correto e verdadeiro a ser feito na vida se não for iluminado pela luz da verdade.

Desculpe-me, mas a verdade é que as autoridades da época de Jesus não queriam conhecer a verdade, queriam apenas questioná-Lo; o que temiam, na verdade, era o medo de serem incomodados e confrontados. Da mesma forma, nós, muitas vezes, não gostamos de ser incomodados, nós gostamos de questionar os outros, perguntar aos outros, nós gostamos de ver a vida dos outros, mas nós tememos que a verdade nos incomode, que a verdade doa para nós.

Contudo, se quisermos crescer na fé e no conhecimento de Deus e que a luz de Jesus se aposse de nós e dê sentido à nossa vida, não tenhamos medo da verdade, pelo contrário, deixemo-nos ser conduzidos por ela. Por mais dura que esta seja, é melhor do que qualquer doce ilusão ou doce mentira.

A verdade nos edifica! E não confunda verdade com a expressão: “a minha verdade”, com aquilo que você acha que é verdade. A única verdade é Jesus, só Ele pode iluminar as profundezas do nosso coração para que nos conheçamos do jeito que realmente somos!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários

Setembro

52%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários