17 maio 2017

Só produziremos bons frutos se permanecermos em Jesus

Apliquemo-nos com empenho e dedicação para permanecermos unidos na videira Jesus

“Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. Como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira, assim também vós não podereis dar fruto, se não permanecerdes em mim” (João 15,4).

É assim que o Mestre Jesus está nos ensinando. Permanecer n’Ele quer dizer estar unido a Ele, estar ligado e viver na comunhão com Ele. Não adianta sermos de Jesus, sermos da Igreja, se não permanecermos em Deus, na Sua Palavra, no Seu Espírito e em comunhão profunda com Ele.

Depois de caminharmos um certo tempo na igreja, depois de já conhecermos a Palavra de Deus, o nosso coração vai experimentar aquela tendência da autossuficiência, de achar que já sabemos, que já estamos mestrados, doutorados nas coisas de Deus, que podemos dar voos por conta própria.

É claro que precisamos amadurecer e crescer na fé, mas não podemos nos esquecer da lição essencial: permanecer sempre colado, ligado em Deus. Cada vez que crescemos na vida do Espírito, mais somos chamados a estar arraigados e ligados em Deus! Até podemos fazer muitas coisas boas, por nossa própria vontade, por disposição do nosso coração, para as inclinações naturais que temos, mas só vamos produzir frutos se permanecermos em Jesus. Podemos ir à igreja, falar coisas bonitas, que tocam o coração das pessoas, mas os frutos só virão se forem vinculados e ligados a Cristo Jesus.

Como vamos permanecer em Jesus? Primeiro, pela via da excelência que se chama oração, pois ela é nossa comunhão e ligação com Ele, com a Trindade, o Pai, o Filho e o Espírito Santo!

Não há união com Deus se não passarmos pela via da oração. Não podemos nos desviar nem fugir dela. Somos até tentados a não rezar ou a rezarmos de qualquer jeito; então, vamos sucumbindo a essa tentação e relaxando, deixando a oração de lado, fazendo-a de qualquer jeito. O importante é que Deus nos entenda.

O Senhor nos entende, não tenhamos dúvida nenhuma! Mas é a comunhão que enfraquece, os laços de amor vão rompendo, não por Deus, porque Ele não nos abandona de jeito nenhum. É o próprio Espírito que vai enfraquecendo, perdendo a direção e a rota, porque o que alimenta a nossa comunhão com Deus é a via da oração! Não abramos mão dela, pelo contrário, apliquemo-nos com empenho e dedicação para permanecermos unidos na videira Jesus, porque Ele quer permanecer em nós.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários