23 Apr 2017

Só o Espírito Santo permite-nos encontrar o perdão

Só o Espírito Santo de Deus, derramado em nossos corações, permite-nos encontrar o perdão e a misericórdia divina

“Jesus lhe disse: ‘Acreditaste, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!’” (João 20, 29).

Neste segundo domingo da Páscoa, celebramos a Misericórdia. E por que um domingo como este é o da misericórdia? Não é só porque a Igreja proclamou nem porque Jesus pediu que este domingo fosse celebrado como o “domingo da misericórdia”.

O que se manifesta, hoje, através da liturgia que celebramos é a Misericórdia de Deus encarnada e viva no meio de nós! Porque o Cristo ressuscitado sopra sobre toda a humanidade e em nossos corações o dom do Espírito Santo.

Só o Espírito Santo de Deus, derramado em nossos corações, permite-nos encontrar o perdão e a misericórdia divina! Por isso, o Espírito derramado sobre os apóstolos confere a eles o poder de perdoar os pecados. Que maravilha! Que presença e dádiva do Céu! Nossos pecados podem ser perdoados por homens, que são ministros de Deus, profetas e agentes da misericórdia divina.

Digo a todos nós que necessitamos tanto do dom do Espírito Santo: não desprezemos o santo sacramento da confissão. Demos, na verdade, grande crédito e valor a ele. Porque quando precisamos o Espírito Santo vem a nós pelo batismo, na crisma; vem ao nosso encontro para nos lavar dos nossos pecados. Por este motivo, Jesus está dando aos apóstolos e discípulos poder para que somente a Igreja perdoe os pecados.

Celebrar, hoje, a misericórdia de Deus é celebrar o perdão dos nossos pecados, é celebrar a nossa reconciliação com Ele!

Rejubilo-me de mais no sacramento da confissão, pois no início da Igreja o sacramento era dado uma vez na vida, e depois foi se estendendo. E o tamanho da misericórdia de Deus não se limitava a um tempo ou a uma circunstância apenas.

Algumas pessoas buscam todos os meses, ou, alguns buscam toda semana o sacramento da confissão, que está aqui por meio dos sacerdotes. Mas, o mais importante é deixar que a reconciliação com Deus aconteça em nosso coração. É mais do que uma oportunidade, é um presente do Céu e um dom de Deus!

Quando o padre ou o ministro ordenado dizem:“Teus pecados estão perdoados”, é o próprio Jesus quem está nos dizendo que os nossos pecados estão perdoados. A excelência da misericórdia de Deus perdoa até mesmo a nossa incredulidade. Olhe a incredulidade de Tomé que dizia: “Se eu não tocar nem ver, não acreditarei”. E a bondade de Deus perdoa até mesmo aquele que era discípulo e duvidou.

O perdão de Deus não conhece medidas nem limites. O perdão de Deus chega a todos os corações que se abrem para a Sua misericórdia!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Dezembro

25%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.