01 ago 2016

Sejamos alimento para o nosso próximo

Não deixe ninguém ir para longe ou se afastar de você sem que você seja alimento para ela

“Eles não precisam ir embora. Dai-lhes vós mesmos de comer!” (Mateus 14, 16).

 

Uma grande multidão seguia Jesus e Ele teve compaixão dela. Ele alimentou com o Pão da Palavra aquela multidão, levando-lhe consolo e conforto, levando cura para a alma e o coração de todos.

Jesus não quer que nenhum de nós ande, neste mundo, sem ter o Seu consolo e conforto, sem ter Sua Palavra, que é vida, que nos consola e nos refaz, que nos coloca para cima. Porque só Ele, só o Senhor têm Palavras de vida eterna!

Precisamos nos compadecer das enormes multidões, dos filhos e filhas de Deus, deste mundo inteiro perto de nós ou ao nosso lado, das nossas cidades e campos. Onde quer que estejamos, há muitas pessoas sedentas e com fome da Palavra de Deus. Precisamos alimentá-las com Jesus!

Assim como estou levando Jesus ao seu coração, à sua vida, e você mesmo percebe o quanto a Palavra faz diferença em sua vida, você também precisa levá-la a outras pessoas.

Não basta só dar o Pão da Palavra, pois, no meio de nós, há muitos que estão com fome e sedentos. Os discípulos disseram: “Jesus, despede eles, pois está ficando bem tarde. Eles vão ficar com fome!”. Jesus disse: “Dai-lhes vós mesmos de comer”.

Primeiro, cada um de nós precisa ser alimento para o outro. A nossa presença na vida do outro é consolo, conforto para que o outro não padeça pela fome. Precisamos nos preocupar com a fome do outro. Quando alguém chega em sua casa para comer, para estar com você, para conversar, para partilhar e participar da sua vida, pode ser que você tenha poucas coisas ou quase nada em casa, mas o milagre da partilha acontece. O pão e o feijão que você coloca na mesa se multiplicam e o alimento dá para todos. E assim nós devemos fazer, a cada dia da nossa vida, o milagre da partilha, a graça de partilhar o que temos para com os outros e Deus irá multiplicar.

Não deixe ninguém ir para longe ou afastar-se de você, sem que seja alimento para ela, sem dar o alimento àquela pessoa. Não se importe se você tem pouco alimento, se o alimento da sua casa é pouco. Quem divide o que tem com os outros Deus dá a graça de multiplicar. Deus quer que multipliquemos nossos dons, a nossa presença e os nossos alimentos para saciarmos a fome uns dos outros!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários

Outubro

42%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.


  • Comentários