19 nov 2014

Sábio é aquele que faz bom uso da vida que Deus lhe deu

Não importa se a vida foi muito bondosa com você ou se o machucou muito; o importante é que todos nós recebemos o talento da vida. O bom uso que fazemos dela é que vai dar sentido e sabor a nossa existência!

“Muito bem, servo bom. Como foste fiel em coisas pequenas, recebe o governo de dez cidades” (Lucas 19-17).

A Palavra que vem hoje ao nosso coração é um convite a todos nós, para revermos as nossas atitudes diante da vida, ou melhor, a aplicação que fazemos dela como dom maior que recebemos de Deus.

A parábola que nos é contada por Jesus apresenta um aspecto da vida de uma forma muito comparativa: dez empregados receberam moedas de prata do seu patrão para negociá-las. É como se Deus as tivesse colocado em nossas mãos e nos dissesse: “Receba essa quantia!”.

Quando recebemos um determinado valor, podemos aplicá-lo, investi-lo, fazer com que ele se multiplique, podemos fazer com que renda ou simplesmente deixar do jeito que está, porque não temos coragem, disposição, inteligência ou aplicação para fazer valer algo.

Permita-me falar uma coisa ao seu coração: não importa a situação da sua vida, mas não seja preguiçoso e negligente; não importa se você nasceu rico ou pobre; não importa se você nasceu com plena saúde ou com alguns limites. Não importa se a vida foi muito bondosa com você ou se o machucou muito; o importante é que todos nós recebemos o talento da vida. O bom uso que fazemos dela é que vai dar sentido e sabor a nossa existência!

Existem pessoas que transformam uma vida sofrida e machucada numa vida plena e abençoada. Há pessoas que são capazes de dar a volta por cima. Existem aqueles que nascem em “berço de ouro”, têm carinho de pai e mãe; talvez, tenham até coisas em excesso e transformam a vida numa realidade de inércia, transformam-na numa coisa triste.

Sabe, meus irmãos, o que nós precisamos é de juízo e sabedoria para fazer bom uso daquilo que recebemos de Deus. Quantas pessoas, que foram realmente machucadas e provadas, têm uma vida digna de aplausos! Estas foram capazes de transformar o “lixo da sua vida” em um tesouro precioso, souberam multiplicar sua capacidade para fazer a vida melhor.

Não seja preguiçoso, não seja negligente, não se encoste nas suas necessidades, nas suas deficiências, não deixe sua vida ser paralisada nem vire um parasita por causa das barreiras que você encontra à sua frente. Sábio é aquele que pega o pouco ou o muito que recebeu na vida e o multiplica! Infeliz é aquele que, recebendo muito ou pouco, enterra seus talentos, suas moedas, seus dons e não é capaz de multiplicá-los e fazer render bons frutos.

Não importa o que você tem nem do que é capaz, se você se empenhar em fazer a sua vida melhor, ela será muito abençoada pelo Senhor Nosso Deus!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Comentários