01 May 2015

Que a bênção de Deus esteja sobre todos os trabalhadores

Que a bênção de Deus esteja sobre todos os trabalhadores, porque todo trabalho é sagrado e todo trabalhador é digno de respeito e de consideração no exercício do seu ofício! 

“Não é ele o filho do carpinteiro?” (Mateus 13, 55).

A Igreja nos dá a alegria de celebrarmos no dia de hoje a memória de São José Operário. O pai adotivo de Jesus, o esposo da Virgem Maria, tinha uma nobre profissão: ele era um carpinteiro. Da carpintaria de José saía o sustento daquela família; ele trabalhava todos os dias com dedicação e afinco. Até hoje, quando vamos a Nazaré, podemos contemplar o lugar onde era a carpintaria dele. O quão honrada, valorizada e importante era essa profissão naquela época; assim como o é até nos dias de hoje.

Queremos olhar para o exemplo de São José trabalhador, ele ensinou seu Filho também a trabalhar. Jesus também ia para a carpintaria de José e ali aprendeu da mesma forma a fazer trabalhos manuais. Afinal de contas, o trabalho dignifica o homem e dá honra à natureza humana, porque a vida na Terra só é melhorada e só evolui graças ao trabalho do homem, que aproveita as matérias-primas existentes e faz delas coisas esplêndidas! É da madeira que vem o banco em que sentamos, é da madeira que vem os móveis que usamos.

É usando os bens da própria natureza, com respeito e com prudência, que o homem faz o seu bem-estar acontecer e o progresso da sociedade evoluir. Por isso hoje, em toda a Terra, se celebra o Dia do Trabalho, o dia do homem, da mulher, do trabalhador, daquele que usa das suas faculdades mentais, intelectuais e das próprias mãos para melhorar a vida humana e conceder mais dignidade à nossa existência.

Todo trabalho é sagrado, todo trabalhador é digno de respeito e de consideração no exercício do seu ofício, por isso nós hoje louvamos a Deus e Senhor da criação, porque o Pai foi o primeiro a trabalhar de forma árdua para criar todas as coisas. Quando lemos o relato da criação, nós contemplamos a beleza de Deus ao criar uma coisa a cada dia, mostra-nos a forma como o Senhor trabalhava. E, depois, no mesmo relato diz que, no sétimo dia, Ele descansou.

Todo aquele que trabalha é digno do seu sustento e da retribuição pelo seu trabalho; assim como também é digno do justo descanso e do justo repouso.

Nós hoje queremos pedir a bênção de Deus a todos os trabalhadores. Queremos também suplicar que os direitos trabalhistas sejam respeitados em todos os lugares e que a humanidade avance nesses direitos. Que seja concedido a cada trabalhador o direito de poder ganhar de forma mais digna, que sejam concedidos seus direitos não só à remuneração justa, como também ao descanso, que é mais do que justo, ao descanso anual, às férias anuais e ao descanso semanal, dos quais nenhum de nós pode abrir mão!

Se Deus, que não se cansa, quis um dia descansar, imagine nós que nos cansamos com tanta coisa! Para que tenhamos mais vida e mais dignidade, é importante que as leis trabalhistas sejam garantidas e respeitadas!

Hoje a nossa oração se dirige também àqueles que estão desempregados. Todo homem, todo ser humano merece ter direito ao trabalho; no entanto, devido ao andar da economia de tantos lugares no mundo, muitas vezes, esse direito não é garantido, por isso também pedimos que Deus abençoe todos os nossos desempregados.

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.

https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Dezembro

40%

Confira a revista deste mês
Pai das Misericórdias

Pedido de Oração

Enviar
  • Aplicativo Liturgia Diária

    Com o aplicativo Liturgia Diária – Canção Nova, você confere as leituras bíblicas diárias e uma reflexão do Evangelho em texto e áudio. E mais: você ainda pode agendar um horário para estudar a palavra por meio do aplicativo.