24 abr 2017

Proclamemos com audácia que Jesus está vivo

Somos a Igreja de Cristo, somos os discípulos, os apóstolos de hoje e precisamos dessa audácia

“Agora, Senhor, olha as ameaças que fazem e concede que os teus servos anunciem corajosamente a tua palavra. Estende a mão para que se realizem curas, sinais e prodígios por meio do teu santo servo Jesus” (At 4, 29-30).

A Igreja que é testemunha viva do Cristo Ressuscitado está levando a Sua mensagem a todos os cantos da Terra; começando pelos arredores de Jerusalém. Por isso, nas homilias desta semana queremos meditar e dar um pouco mais de atenção aos atos dos apóstolos, para compreender como a Igreja viveu o dom do Ressuscitado no meio dela.

Há pouco tempo os apóstolos Pedro e João tinha sido presos e foram soltos da prisão e agora estavam testemunhando para toda a comunidade como testemunharam corajosamente a presença de Jesus diante das autoridades. Como não tiveram medo, como agiram com desassombro e audácia para anunciar que Cristo estava vivo.

Estes dois apóstolos eram medrosos, sobretudo Pedro, mas quando a graça do Ressuscitado vai ao encontro deles e recebem o dom do Alto (o dom do Espírito Santo) o medo se transforma em audácia, aquilo que os preocupava se transforma em prioridade, e não temem mais em anunciar o Evangelho.

É com parrésia, audácia e coragem que vão anunciar a todos que Jesus está vivo e ressuscitado. Antes eles tinham medo de serem presos, jogados na prisão, mas agora não. Pois, agora estão prontos para o que der e vier porque se encontraram com o Cristo que transformou sobretudo o interior deles.

Agora estão pedindo, estão clamando na oração: “Senhor, tu sabes de tudo que a Tua Igreja está passando, mas estamos pedindo agora que o senhor nos dê a parrésia necessária para que a Sua Palavra seja anunciada com desassombro e coragem. E que pelo Teu servo Jesus milagres, prodígios e curas aconteçam em nosso meio”.

Irmãos e irmãs, não podemos temer em clamar ao Pai o dom do Alto, clamar para que em nome de Jesus o Espírito esteja em nós, para que tenhamos também coragem, audácia e para que testemunhemos onde quer que estejamos a Palavra do Senhor Nosso Deus.

Infelizmente, muitas vezes, estamos com medo, encontramo-nos numa situação de covardia, de letargia, encontramo-nos paralisados por nossas doenças, nossos medos interiores, paralisados por nossas brigas e disputas e não estamos anunciando ao mundo que Cristo está vivo e ressuscitado.

A Igreja não pode parar! Somos a Igreja de Cristo, somos os discípulos, os apóstolos de hoje e precisamos dessa audácia. Precisamos em nossa casa, em nossa família, em nosso trabalho, na política, na sociedade, testemunhar que Cristo está vivo. Precisamos destes sinais carismáticos, mas precisamos clamar para que Deus realize curas, sinais e prodígios por meio de Jesus.

Não podemos, sabendo que Cristo está vivo, viver como se Ele estivesse morto. Somente aqueles que se encontraram com o Ressuscitado e toda a nossa vida precisa ser uma prova viva de que Jesus está vivo.

O mundo vai também se encontrar com o Ressuscitado somente através de nós! Por isso, clamemos ao Alto para que tenhamos a audácia necessária de proclamar Jesus vivo no meio de nós.

Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários