10 jun 2016

Precisamos disciplinar nosso olhar

Nenhum de nós precisa arrancar o olho, mas todos precisamos disciplinar nosso olhar para que seja puro, reto e honesto

Todo aquele que olhar para uma mulher, com desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração” (Mateus 5, 28).

O olho é a luz do corpo, diz-nos a Palavra de Deus. E e se o nosso olho estiver iluminado, todo o nosso corpo estará também. Se o nosso olhar estiver manchado, ele manchará todo o nosso corpo também.

Todos nós desejamos ou deveríamos desejar andar na luz. A melhor forma de andarmos na luz e na verdade é purificarmos nosso olhar, melhor ainda é ter um olhar puro.

Olhamos o que está à nossa frente, as belezas da vida, contemplamos a natureza, mas não podemos acostumar mal o nosso olhar. Quando não temos controle sobre ele, é sinal de que muita coisa dentro de nós está sem controle.

Você já curtiu nosso Facebook?

Quem dá disciplina aos nossos olhos somos nós, e eles olham somente para aquilo que deixamos. Queremos, muitas vezes, nos orgulhar de não termos cometido isso ou aquilo, mas tudo começa pela nossa forma de olhar, pela forma com que deixamos o nosso olhar se voltar para as coisas.

Sobre o adultério, uma coisa é muito importante: não deixe a cobiça crescer em seu olhar, não a alimente.

O homem justo e honesto tem apenas um olhar: para sua esposa. A mulher justa e honesta só tem um olhar: para seu esposo. Aquele que quer a verdade para si mesmo só olha para aquilo que lhe é de direito.

Como não olhar o que está à nossa frente? O olhar tem o sentido de cobiçar, de crescer o desejo, de alimentar aos poucos àquilo que, muitas vezes, a nossa cobiça interior está desejando.

É muito importante evitarmos causas maiores, situações que parecem menores, porque, senão, vamos alimentando algumas coisas, deixando o nosso olhar solto na televisão, no computador, na rua, na praia… E não precisamos ir muito longe, não! No nosso trabalho, nos lugares em que estamos precisamos controlar nosso olhar; e as pessoas não precisam nem estar vestidas, pois, em muitas situações, usam roupas com as quais estão mais “peladas” do que vestidas.

Não podemos moralizar o mundo, não podemos dizer para essa ou aquela pessoa como ela deve se vestir, mas podemos controlar o nosso olhar, pois ele só vai olhar para a direita se o nosso cérebro comandar. Nosso olhar só vai seguir atrás dessa ou daquela situação se assim permitirmos. Penso que nenhum de nós precisa arrancar o olho, mas todos precisamos discipliná-lo, para que seja puro, reto e honesto.

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira em nossa Loja Virtual o livro do padre Roger


Comentários