26 jun 2015

Peçamos ao Senhor que nos purifique de todas as impurezas

Peçamos ao Senhor que nos liberte e nos purifique das impurezas e que a Sua graça tire de nós todo o peso que recai sobre nossa consciência, vida e dignidade.

“Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar”
(Mateus 8, 2).

A Palavra de Deus hoje nos coloca diante desse acontecimento maravilhoso: um leproso se ajoelha diante de Jesus e pede a graça de ser limpo, de ser purificado e renovado da lepra que ele traz em si. O significado histórico da lepra todos nós conhecemos: o desprezo e a marginalidade que sofria uma pessoa por padecer desse mal.

Por uma questão de ignorância, os antigos não sabiam como lidar da melhor maneira com o leproso. Primeiramente porque se acreditava que era uma doença altamente contagiosa e por isso o leproso não poderia viver em meio às pessoas, porque senão também seriam contaminadas e contagiadas por essa enfermidade.

Por outro lado, quando se olhava para aquela carne, praticamente podre pelas circunstâncias, tinha-se o receio e o temor de se tornar tão sujo e tão impuro como era aquele leproso, por isso mais afastado ainda este ficava de todos.

O sentimento da alma e do coração de uma pessoa vítima de qualquer rejeição ou discriminação é sentir-se a menor e a pior das pessoas. No entanto, nele não há culpa alguma, ainda que ele fosse olhado como um culpado e um amaldiçoado; ele carregava em si um trauma, por isso queria se livrar desse trauma, dessa culpa, queria ser regenerado e ser colocado em meio à sociedade e em meio às pessoas.

E por isso ele diz: “’Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar’. Jesus estendeu a mão, tocou nele e disse: ‘Eu quero, fica limpo’. No mesmo instante, o homem ficou curado da lepra” (Mateus 8, 2-3).

Permita-me dizer uma coisa a você: nós, muitas vezes, carregamos o peso, a mancha e a marca do mal, do pecado, do sentimento de culpa, da rejeição e das aflições imputadas a nós pela própria vida. Por essa razão, nós precisamos que Jesus nos liberte e nos purifique de toda e qualquer culpa que carregamos na consciência, na mente e no coração. Porque tudo isso traz um peso enorme a nós! Muitas vezes, carregamos até o peso de coisas que outros fizeram, se não em nosso nome, mas por fazermos parte da mesma família, por fazermos parte daquela geração.

O fato de ser homem, de ser mulher, o fato de ter esta ou aquela raça, cor, etnia, muitas vezes, é um peso para a pessoa. Não um peso que a pessoa tenha por culpa, mas porque outros a imputam a ela.

Hoje é o dia de pedirmos ao Senhor que nos liberte, que nos purifique e que nos torne limpos. E que a Sua graça tire de nós todo o peso que recai sobre nossas costas, sobre nossa consciência, sobre a nossa vida e sobre a nossa dignidade.

O Senhor pode [nos curar e nos libertar], basta que nós queiramos, porque Ele tem poder e tem palavra para nos libertar!

Deus abençoe você!

Comentários