08 abr 2017

O Senhor é uma provocação para nossa vida

O Senhor é uma provocação para a vida de cada um de nós, e precisa ser assim a cada dia

“Disse Caifás: ‘Não percebeis que é melhor um só morrer pelo povo do que perecer a nação inteira?’” (João 11, 50).

Veja o que está acontecendo: os sumos sacerdotes e os fariseus estão crescendo na revolta, na indignação, inquietação e oposição por aquilo que Jesus faz. Mas o que Jesus está fazendo? Está fazendo o bem, está anunciando o Reino de Deus, levando ao coração dos homens a verdade do Reino dos Céus. Isso provoca uma profunda ira no coração daqueles que não querem acolher Sua mensagem. E digo mais, eles tomam consciência de que não podem se opor ao Senhor, ao que Ele faz, pois, cada vez mais, o que Ele faz é com amor, e este se estende a tantos outros corações.

“O que faremos? Este homem realiza muitos sinais. Se deixarmos ele continuar assim, muitos acreditarão n’Ele”. Estão com medo e preocupados, porque as pessoas acreditarão naquilo que Jesus está realizando. Eles precisam dar um jeito de cortar o que Ele está fazendo, ainda mais agora que estão sabendo que Jesus ressuscitou Lázaro! Isso espalhou-se por todos os lados, e eles precisam, de algum modo, calar Jesus.

Caifás está dizendo: “Em vez de todos perecerem, é melhor que apenas um morra”.

Sabe aquela solução que parece ser fácil? Sabe aquela solução para a qual você não quer buscar a verdade, mas sim a solução mais fácil, mais conveniente, a solução que mais convém? Quando, na verdade, essa solução não é justa, não é honesta nem condiz com a verdade. Eles querem eliminar Jesus, porque Ele é uma provocação.

O Senhor é uma provocação para a vida de cada um de nós, e precisa ser assim a cada dia!

Quando fazemos alguma coisa errada na vida, quando vivemos uma situação errada, procuramos, de todas as formas, correr, eliminar ou não ouvir aquilo que vai nos dizer a verdade. Por exemplo: a pessoa pega a Bíblia e percebe que aquela passagem é para ela e diz: “Opa, é para mim!”, e vira a página! Não é bem isso!

Não podemos deixar de sermos incomodados pela verdade, porque, se assim fizermos, acostumaremo-nos a viver na mentira, viver o que não é correto; então, transformaremos (como os sumos sacerdotes e os fariseus estão fazendo) a mentira em verdade, o errado em certo.

Não se trata de acusar ninguém, pelo contrário, trata-se de assumirmos o que a Palavra de Deus está nos iluminando e sermos conduzidos por ela. É normal vermos por aí que, muitas vezes, as pessoas não querem mais entrar na igreja, arrumam um monte de desculpas, mas entenda que, muitas das vezes, é porque as verdades que são ditas pela Palavra de Deus, pela moral de Deus, incomodam demais.

Vivemos numa sociedade perigosíssima, em que ninguém quer ser incomodado. É a sociedade do conforto e do individualismo, onde o que vale é aquilo que o indivíduo pensa, acha. Criam meias verdades ou verdades individuais, as quais se contrapõem à verdade de Deus.

Não podemos rechaçar ou ignorar a verdade, porque só ela salva a nossa vida!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários