15 maio 2013

O escândalo da divisão

O maior escândalo que os cristãos vivem é a divisão, é a separação do corpo do Senhor.

“Jesus, então, ergueu os olhos para o céu, dizendo: ‘Pai Santo, guarda-os em teu nome, o nome que me destes, para que eles sejam um, assim como nós somos um ‘”(Jo 17,11b).

Jesus, hoje, está orando pela união, pela unidade, pela comunhão profunda daqueles que são Seus seguidores, Seus discípulos, daqueles que pregam, anunciam o Seu Santo Nome.

O maior escândalo que os cristãos vivem é a divisão, é a separação do corpo do Senhor. Quando os cristãos não se entendem, não são mais capazes de se sentar na mesma mesa, não são capazes mais de ler o mesmo Evangelho e partilhar a vida, isso demonstra a ponto de um escândalo, ao qual chegou a Palavra de Deus.

Jesus, conhecendo nossa humanidade tão tendenciosa ao orgulho, ao egoísmo, à autossuficiência, ao partidarismo, está nos convocando à unidade no Seu nome, à unidade no Espírito, na Palavra, na comunhão.

É verdade que nós não somos iguais nem precisamos sê-lo. É verdade que nós não precisamos pensar igual, fazer tudo igual, pregar tudo igual. Não! O mundo, graças a Deus, vive uma diversidade que traz riqueza ao mundo, mas os filhos de Deus e aqueles que seguem Jesus como Senhor e Salvador, precisam n’Ele encontrar o seu ponto de unidade.

Hoje, quero abraçar, no meu coração, toda a Igreja que vive a semana de oração pela unidade dos cristãos, o meu empenho de lutar pela unidade daqueles que creem em Cristo. Suplicando ao Pai a força do Espírito, suplicando o poderoso nome de Jesus e desejoso de que essa unidade, de fato, aconteça no meio de nós, na unidade no Corpo Místico de Cristo.

Que Deus nos faça um. Assim seja!

Padre Roger Araújo – Comunidade Canção Nova

Comentários