25 jan 2016

Nossa conversão será sempre uma alegria para Deus

Será sempre um motivo de festa quando um filho pródigo voltar da perdição do mundo para a casa do Pai

“’Saulo, meu irmão, recupera a vista!’ No mesmo instante, recuperei a vista e pude vê-lo” (At 22,13).

 

Nós, hoje, celebramos a conversão do apóstolo São Paulo. A conversão de qualquer pessoa para Deus é motivo de festa, por esta razão, hoje é festa no céu, na terra e será sempre festa quando qualquer ovelha perdida, extraviada, cega, abrir os olhos, recuperar a visão e passar a enxergar a verdade. Será sempre um motivo de festa quando um filho pródigo voltar da perdição do mundo para a casa do Pai!

Celebramos com muito amor e entusiasmo, Saulo, um homem religioso, conhecedor da Palavra, um dos maiores opositores à pregação do Evangelho. Saulo não só era contra a Boa Nova de Jesus Cristo como também perseguidor [de cristãos]. Ele respirava ameaças e morte contra os discípulos do Senhor. Saulo estava lá quando Estêvão foi apedrejado, estava planejando, ruminando em seu coração como eliminar os seguidores do caminho de Jesus Cristo.

Saulo era um homem obstinado, inteligente, capacitado, um grande conhecedor das Escrituras, de uma excelente formação na religião e cultura judaica. Não podia admitir jamais, em seu coração, a pregação do Evangelho de Jesus. Entretanto, quando caiu em si, sua visão ficou ofuscada por uma luz que vinha do Céu, e ele começou a refletir, repensar, e percebeu o quanto estava perdido em seus pensamentos, sentimentos e convicções.

Sabe, meus irmãos e irmãs podemos ser pessoas religiosas, conhecedores da Palavra e sentirmos que estamos fazendo o bem quando, na verdade, estamos cegos, iludidos, com a vista ofuscada e não enxergamos a verdade mais profunda. Saulo só enxergava o mundo do lado de fora, não enxergava seu mundo interior. Quando aquela luz ofuscou sua vista, voltou-se para dentro de si e reviu suas posturas, seus comportamentos, e começou a refletir, porque perseguia tanto os seguidores de Jesus.

Aquela voz interior que veio ao seu lado: “Saulo, Saulo, por que me persegues?” (At 22,7), caiu profundamente em seu coração. Quando foi ao encontro de Ananias, humildemente pediu que recuperasse sua visão e Ananias foi aquele que ajudou Saulo a abrir os olhos, a enxergar o Cristo e anunciar a Boa Nova.

Que Saulo convertido seja um intercessor pela conversão de nosso coração e nossa alma; seja um intercessor por tantos homens e mulheres que não enxergam a verdade!

Deus abençoe você!

repensando-a-vida

Adquira este livro de padre Roger Araújo


Comentários