26 abr 2015

Jesus é o único Pastor a conduzir o rebanho à vida plena

Jesus é o único Pastor a conduzir o rebanho à vida plena. O Bom Pastor Jesus é o nosso referencial para que sejamos bons padres, bons pais, boas mães, bons profissionais e bons em tudo o que fazemos!

Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas” (João 10, 11).

Neste quarto Domingo da Páscoa, nós queremos contemplar Cristo, o Bom Pastor. A primeira coisa necessária para isso é assumir esta verdade: Jesus não é um Pastor apenas, mas é o Bom Pastor! Assim como há o bom médico, o bom padre, a boa mãe, o bom pai, há aquele pastor que é bom. Bom no que faz, bom no que é e qualificado naquilo que exerce; não é simplesmente “bom” de bondade, porque faz coisas boas aqui e ali. Bom porque é bom mesmo, bom porque é eficiente e eficaz naquilo que realiza, bom porque é capaz de fazer tudo para além de suas capacidades. Assim é o nosso Bom Pastor, Jesus!

E onde é que está o lado bom que nós contemplamos em Jesus? A primeira coisa: Ele dá a vida por Suas ovelhas, é capaz de morrer por elas. O Senhor não cuida das ovelhas de qualquer jeito, de qualquer maneira, com desprezo e com desdém. Ele não se sente apenas o Senhor daquele rebanho, mas Ele é o Pai, é o Pastor dele! É Aquele que pastoreia e cuida com ternura, amor e dedicação de Suas ovelhas. E se alegra quando Suas ovelhas se alegram, chora quando Suas ovelhas choram e o Seu coração fica inquieto quando uma de Suas ovelhas se perde.

O Bom Pastor Jesus é um referencial para todos nós; precisamos ser bons padres, precisamos que os pais sejam bons pais, que as mães sejam boas mães, que você seja bom naquilo que faz e que você não faça do seu ofício apenas um ofício, algo no qual você está ali porque as circunstâncias o colocaram ali.

É triste saber que um médico é médico porque estudou para fazer medicina, mas não é um bom médico e não dá a vida para salvar seus pacientes, aqueles que estão sob sua responsabilidade. Assim como é ruim saber que um pai é pai porque engravidou a esposa e os filhos vieram, mas não é um pai que dá o melhor de si, nem a própria vida por causa dos seus filhos.

O Bom Pastor deseja que sejamos bons naquilo que fazemos ou exercemos nesta vida! O contrário de bom não é ser ruim, é ser medíocre. Nós não podemos ser medíocres naquilo que é a nossa responsabilidade na vida! Pelo contrário, precisamos ser bons de verdade, bons por inteiro e dar o melhor de nós naquilo que realizamos!

Nós hoje queremos aprender com Jesus, que, no Seu gesto de ser o Bom Pastor, é capaz de agregar e de unir as ovelhas, até mesmo as que estão dispersas, porque Ele não se contenta só com aquelas que estão junto d’Ele, mas vai atrás das que estão perdidas para uni-las e agregá-las.

Nós queremos tomar um ânimo novo, uma coragem nova e uma disposição nova para assumir aquilo que são nossas responsabilidades e os nossos compromissos com a vida para que não esmoreçamos, para que não desanimemos nem caiamos na mediocridade, pois precisamos ser bons como Nosso Senhor é bom sendo o Nosso Pastor!

Deus abençoe você!

Comentários