10 maio 2017

Jesus aponta que direção devemos seguir

A direção de que a nossa vida precisa é sobriedade, temperança e calma

“Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas” (João 12,45).

Andamos em meio às trevas e à escuridão do mundo, e essas trevas e escuridão que estão no mundo vêm para dentro do nosso coração. Nossa alma e nosso coração encontram-se num verdadeiro abismo, andamos perdidos, desnorteados, sem saber para onde vamos e aonde vamos parar.

Jesus está nos dizendo que veio a este mundo como luz e para ser luz. Fico pensando: “Se tudo aqui se apagasse, ficasse escuro, você poderia até ouvir minha voz, mas ficaria perdido: ‘Onde ele está?’. Eu estaria perdido até para dirigir-me a você, aliás, eu nem poderia gravar, porque não veria a câmera na minha frente, porque faltaria a luz [diz o padre referindo-se ao vídeo].

A luz tudo clareia, ilumina, dá firmeza, direção, proximidade e certeza. A escuridão nos leva a nos machucarmos, a tropeçarmos e cairmos; ela nos leva aos abismos e tropeços da vida, para a escuridão eterna.

Precisamos viver e caminhar na luz. Por isso, quando olho para Jesus, vou até Ele buscar a luz de que eu preciso para tantas coisas que, dentro de mim, estão obscuras, caminhos que não entendo, situações que eu não sei resolver, estradas que eu não sei por onde caminhar, que direção tomar.

A primeira coisa: recolha-se na sobriedade do Espírito. Não encontramos luz quando tudo está muito agitado, acalorado e efervescente. A luz de Deus traz calma e sobriedade para o Espírito. No entanto, não fiquemos só no comparativo, tragamos isso para a vida prática. A luz de Deus é direção para nossa vida, e a direção de que a nossa vida precisa é sobriedade, temperança e calma.

A calma nos faz fugir, muitas vezes, desse modo agitado que nos faz resolver tantas coisas. E quando fazemos tudo de forma agitada e brusca, quando nos atropelamos, é porque falta a luz, que é Jesus, uma luz que traz serenidade à nossa alma e ao nosso coração.

Quem crê em Jesus não permanece nas trevas, não permanece nas dúvidas nem na escuridão. Até podemos passar por caminhos escuros, caminhar nas dúvidas e incertezas da vida, mas não permanecermos nelas, porque a luz de Jesus vai iluminando o nosso caminhar e dando direção à vida.

Não posso querer viver em Jesus e caminhar em meio às falsas luzes que o mundo nos dá, mas quando eu permito que Jesus seja luz para minha vida, Ele me aponta o caminho e a direção que devo seguir!

Deus abençoe você!


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários