22 dez 2016

Humilde é aquele que se enche de Deus

O humilde não se deixa levar por qualquer coisa, não faz de si mesmo objeto de glórias, títulos nem reconhecimentos

“A minha alma engrandece o Senhor e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador” (Lucas 1,46-47).

Maria está cantando, está exultando por tudo aquilo que o Senhor realiza em sua vida. Ela não está se autoengrandecendo, não está louvando a si mesma, não está olhando como se fosse mérito e grandeza dela. É o contrário, ela está reconhecendo como Nosso Deus é grande, como Ele é poderoso, bondoso, como realiza Suas promessas e cumpre Seus desígnios, como intervém em favor da nossa salvação.

Meus irmãos, precisamos saber cantar para Deus, precisamos entoar hinos de louvor para exaltar Sua grandeza. Por isso, prepararmo-nos para o Natal é fazermos do cântico de Maria o cântico de cada um de nós, é reconhecer que Deus intervém em nosso favor, que Sua grandeza se manifesta em toda criação, sobretudo essa criação maravilhosa, que é a humanidade.

Deus recria a humanidade nesse ventre fecundo, que é a Virgem Maria. Ali está um novo solo, um novo paraíso. Louvado seja, Senhor Nosso Deus, exaltado seja meu Pai amado, porque o Senhor é prodigioso, é poderoso e veio nos salvar, socorrer-nos e libertar, porque teve misericórdia e piedade de nós.

Como queremos cantar e exaltar a grandeza de Deus! Queremos soltar hinos de louvores para dizer que Nosso Deus é grandioso, poderoso e realiza maravilhas na vida dos Seus servos, na vida daqueles que se colocam a Seu serviço, a Sua disposição, e não tiram d’Ele o olhar; daqueles que acreditam na Palavra do Senhor e fazem dela o refúgio da sua vida.

O nosso Deus é aquele que derruba os soberbos dos seus tronos e exalta os humildes. Como é importante tomarmos posse disso! Toda grandeza, todo orgulho, toda pessoa soberba, vaidosa e avarenta cai por terra. Não derrubamos ninguém, mas também caímos, tropeçamos quando deixamos o orgulho tomar conta do nosso coração. Nós podemos ter certeza que a queda é certa.

O humilde não tem como cair, porque já está na terra; o humilde é aquele que só tem Deus como seu refúgio e socorro. O humilde não se deixa levar por qualquer coisa, não faz de si mesmo objeto de glórias, títulos e reconhecimentos. Humilde é aquele que não se enche de si, mas sim de Deus.

Quando o Senhor é a melhor graça da nossa alma e do nosso coração, este exulta no Senhor. Mas quando a soberba, o orgulho e o egoísmo tomam conta do nosso coração, ofendemo-nos por qualquer coisa, machucamo-nos por qualquer realidade, ficamos tristes, depressivos, deprimidos e para baixo quando somos contrariados. O humilde vive na contrariedade, e a sua alegria é fazer a vontade de Deus.

Quando a soberba toma conta de nós, nossa alma se engrandece daquilo que não traz engrandecimento verdadeiro. Deixamo-nos levar por maldades, por coisas menores e ridículas desse mundo.

Maria, aquela alma vazia de si e toda cheia de Deus, engrandeceu o nome do Senhor, porque Ele foi grande na sua vida e realizou maravilhas! Deus quer realizar e realiza maravilhas na nossa vida, desde que não façamos do orgulho e da soberba o baluarte, mas tenhamos na humildade o fio condutor da nossa vida. Bendito seja o Nosso Deus!

Deus abençoe você!

 


Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários